Posts Tagged ‘Arquitectura’

Ecomuseu e a Arquitectura

Autor Bruno Miguel Pereira da Silva
Titulo Ecomuseu e a Arquitectura
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador Professor Doutor João Manuel Barbosa Meneses de Sequeira
Faculdade/Departamento Faculdade de Arquitectura, Geografia, Urbanismo e Artes
Obtenção de Grau Mestre em Estudos Avançados de Arquitectura
Data 2009
Resumo O presente trabalho pretende propor a criação de um núcleo museológico, o Museu da Vela e da Vassoura, inserido no museu do território para o concelho de Alcanena. O desenvolvimento da Museologia deu-se com o passar dos anos, adoptando diferentes formatos, apreendendo novos modelos, mas sempre tendo por base os seus conceitos originais. A necessidade de um outro tipo de conceito museológico com uma vertente comunitária, com outras preocupações de salvaguardar, suscitou o aparecimento de uma Nova Museologia.
Palavras-chave Museologia; Nova Museologia; Ecomuseu; Arquitectura; Comunidade
Índice
  • Agradecimentos
  • Resumo/Abstract
  • Introdução
  • Capítulo 1- Património, Identidade e Memória
  • Capítulo 2- As origens da nova Museologia
  • Capítulo 3- Ecomuseu
  • Capítulo 4- Ecomuseologia no panorama português
  • Capítulo 5- Apresentação de Museu do território de Alcanena
  • Capítulo 6- Condicionantes
  • Capítulo 7- Projecto
  • Conclusões
  • Bibliografia
  • Apêndice
Nº de Páginas 109
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas 17
Âmbito Museologia

Da Água na Arquitectura até à Arquitectura na Água – Contributo para a Sustentabilidade Arquitectónica e Urbana

Autor Carlos José Dias Pedro
Titulo Da Água na Arquitectura até à Arquitectura na Água – Contributo para a Sustentabilidade Arquitectónica e Urbana
Orientador Professor Doutor Carlos Alberto de Assunção Alho
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo O objectivo é dar o contributo para o conhecimento da água na Arquitectura até à Arquitectura na água e sistematizar um conjunto de informações de forma a encontrar soluções arquitectónicas e urbanas que apontem direcções com vista a um desenvolvimento sustentável.
Palavras-chave Arquitectura; Água; Sustentabilidade
Índice
  • Capa
  • Página de rosto
  • Dedicatória
  • Agradecimentos
  • Resumo/Abstract
  • Abreviaturas e Símbolos
  • Índice geral
  • Índice de quadros
  • Índice de Figuras
  • Capítulo 1 – Introdução
  • Capítulo 2 – Investigação/Metodologia
  • Capítulo 3 – Água no Ambiente Construído
  • Capítulo 4 – Água e saúde
  • Capítulo 5 – A água e a Problemática do desenvolvimento sustentável
  • Capítulo 6 – A Arquitectura na água, no Futuro, na realidade e nas Utopias
  • Capítulo 7 – Conclusão e recomendações
Nº de Páginas 142
Nº de Volumes 2
Local Lisboa
Peças gráficas
Âmbito Sustentabilidade

Projecto de Concepção para a Escola Secundária de Cascais

Autor Filipa Alexandra Costa Castela
Titulo Projecto de Concepção para a Escola Secundária de Cascais
Orientador Professor Doutor João Manuel Barbosa Meneses de Sequeira
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2014
Resumo A presente dissertação pretende expor todas as premissas que levaram à resolução de um projecto de concepção para a escola secundária de Cascais, no seguimento do concurso de concepção lançado pela Parque Escolar em 2010. Com análise de três projectos com base em todo o processo que é fundamentado com uma reflexão sobre a construção de escolas secundárias, em Portugal, desde o início do século XX até à contemporaneidade.
Palavras-chave Arquitectura; Cascais; Concepção; Escola; Projecto
Índice
  • Introdução
  • 1 – Estado da Arte
  • 2 – Referências
  • 3 – Proposta da intervenção da Escola Secundária de Cascais
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Anexo – Apêndice
Nº de Páginas 86
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas 28
Âmbito Projecto

Curadoria de Arquitectura – Curadoria como Processo de Reabilitação Urbana

Autor Mécia do Carmo Câmara Mendonça
Titulo Curadoria de Arquitectura – Curadoria como Processo de Reabilitação Urbana
Orientador Professora Doutora Eliana Pereira De Sousa Santos
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação, Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2016
Resumo Este trabalho apresenta-se como uma reflexão crítica sobre o papel da curadoria na Arquitectura nos nossos dias, o qual não se esgota em programas expositivos, em conferências, no debate disciplinar, nas bienais ou trienais, mas, acima de tudo,  deverá  assumir-se como um meio, uma ferramenta/instrumento para curar a cidade, isto é, cuidar da cidade, tratá-la, reinventá-la, mantendo a sua identidade.
Palavras-chave Curadoria; Reabilitação Urbana; Arquitectura; Cidade; Bairro; Comunidade; Memória; Identidade
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Curadoria – Genealogia
  • Capítulo 2 – Estudo de Caso: Edifício Manifesto – Avenida Intendente
  • Capítulo 3 – Considerações Finais
  • Bibliografia
Nº de Páginas 77
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Curadoria

Projeto “comunidArte”: Dinâmicas e Interacções Sociais no espaço Público

Autor Diogo Filipe Afonso dos Santos Fonseca
Titulo Projeto “comunidArte”: Dinâmicas e Interacções Sociais no espaço Público
Orientador Professora Doutora Patrícia Alexandra Dias Santos Pedrosa
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2015
Resumo Este projecto relaciona-se com a mutação da zona do Intendente (Lisboa),  ao longo do tempo. Através de interacções diárias, o trabalho pretende, por um lado, transmitir, do ponto de vista conceptual, uma visão própria dos elementos que o Largo do Intendente oferece diariamente, mas que apenas são perceptíveis através deste novo espaço e, por outro, identificar de que forma as dinâmicas criadas no espaço público são importantes na valorização do próprio espaço e na vida das pessoas que o habitam.
Palavras-chave Arquitectura; Espaço Público; Arte Pública; “comunidArte”; Lisboa- Largo do Intendente
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Espaço Público
  • Capítulo 2 – Projeto “comunidArte”
  • Bibliografia
Nº de Páginas 99
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Arte Pública

Os Passos da Paixão de Cristo

Autor João Ferreira Santos
Titulo Os Passos da Paixão de Cristo
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador Doutor José Luís Pereira Santos Gonçalves Neto
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Este trabalho centra-se na protecção e salvaguarda dos edifícios que, na cidade de Setúbal, retratam os Passos da Paixão de Cristo, bem como a protecção do percurso que os constituía e a sua envolvente, procurando compreender e dar a conhecer as influências dos referidos edifícios na malha do núcleo histórico da cidade de Setúbal e as razões sociológicas/religiosas inerentes à sua implantação.
Palavras-chave Arquitectura; Via-Sacra; Passos da Paixão
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – O Espaço Sagrado
  • Capítulo 2 -Os Passos da Paixão de Cristo
  • Capítulo 3 -A Religiosidade na Cidade de Setúbal
  • Capítulo 4 – A Proposta de Classificação e de Salvaguarda
  • Reflexão Final
  • Bibliografia
Nº de Páginas 122
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 6
Âmbito Património Cultural

Proposta Metodológica para a Compatibilização entre Comércio Tradicional e Shopping Centers 

Autor Luís Mário Antunes Teixeira
Titulo Proposta Metodológica para a Compatibilização entre Comércio Tradicional e Shopping Centers
Orientador Professor Doutor Fausto António de Almeida Cruz
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Curso de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo O presente trabalho pretende, através da caracterização do comércio tradicional, centro tradicional e shopping center, criar um conjunto de regras e metodologia para a compatibilização destas actividades. Apresenta, ainda, o desenvolvimento de estratégias para a relocalização do Shopping Center no tecido urbano do centro histórico ou tradicional, como catalisador de desenvolvimento e vitalidade, devolvendo a este local o seu papel de centro cívico.
Palavras-chave Comércio Tradicional; Shopping Centers; Centro Tradicional; Arquitectura
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Fundamentos Teórico-Conceptuais
  • Capítulo 2 – O Comércio
  • Capítulo 3 – O Shopping Center
  • Capítulo 4 – Compatibilização Proposta
  • Capítulo 5 – Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 113
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Urbanismo Comercial

Arquitectura, Luz e Cor

Autor Sara Alexandra Pereira Cerdeira
Titulo Arquitectura, Luz e Cor
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de Arquitectura, Urbanismo, Geografia e Artes
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Neste trabalho pretende-se relacionar a conjugação da iluminação natural, da iluminação artificial e da cor, bem como a forma como se configuram no funcionamento dos edifícios. São apresentados os diferentes tipos de iluminação e a sua interacção no plano da Arquitectura, utilizando a cor como elemento, dando a conhecer as formas de iluminação mais corretas para cada edifício, quais os seus efeitos e como consegui-los de um modo eficiente.
Palavras-chave Iluminação Natural; Iluminação Artificial; Cor; Arquitectura
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Introdução histórica
  • Capítulo 2 – A luz
  • Capítulo 3 – A iluminação natural
  • Capítulo 4 – A iluminação artificial
  • Capítulo 5 – Luz natural versus luz artificial
  • Capítulo 6 – Legislação
  • Capítulo 7 – Iluminação
  • Capítulo 8 – Cor
  • Capítulo 9 – Teoria da luz
  • Capítulo 10 – Cor e luz na Arquitectura
  • Capítulo 11 – Luz e cor
  • Capítulo 12 – A cor e os aspectos culturais
  • Capítulo 13 – A cor na história ocidental
  • Capítulo 14 – A cor na Arquitectura ao longo da história
  • Capítulo 15 – Cor e lugar
  • Capítulo 16 – Utilização da cor na iluminação nas fachadas
  • Capítulo 17 – Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 109
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Iluminação

 

Cor em Creches

Autor Susana Marisa Fernandes da Silva Relvas
Titulo Cor em Creches
Orientador Professor Doutor Luís Filipe Pires da Conceição
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de  Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo Este  trabalho centra-se na importância da Cor no espaço arquitectónico de uma creche e no que esses espaços coloridos podem despertar e influenciar o desenvolvimento das crianças, a nível físico e psicológico.  Com este estudo pretende-se comprovar que a presença da Cor influencia o comportamento das crianças.
Palavras-chave Cor; Projecto Arquitectura; Creches
Índice
  • Introdução
  • 1. Análise da creches
  • 2. Desenvolvimento da criança
  • 3. Espaço físico no desenvolvimento da criança
  • 4. Ambientes escolares
  • 5. Teoria das cores
  • 6. Significado psicológico das cores no desenvolvimento da criança
  • 7. Educação Waldorf
  • 8. A Arquitectura e uso das Cores
  • 9. Projecto de Arquitectura – definições necessárias
  • 10. Escola modelo
  • 11. Referências de Creches
  • 12. Investigação qualitativa
  • 13. Conclusão do trabalho
  • 14. Bibliografia
Nº de Páginas 68
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 2
Âmbito Investigação

Influência dos Elementos Arquitectónicos na Problemática dos Jardins-de-Infância

Autor Sónia Crespo Gonçalves
Titulo Influência dos Elementos Arquitectónicos na Problemática dos Jardins-de-Infância
Orientador Professor Doutor Luís Filipe Pires da Conceição
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de  Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo Este trabalho procura criar directrizes arquitectónicas para o estudo da creche e infantário (jardim-de-infância), tornando esses espaços adequados à criança nas várias etapas do seu desenvolvimento. O espaço físico da creche é lugar de vivências e cenário de convivência dos seus intervenientes (crianças, profissionais e famílias), cabendo ao Arquitecto orientações para o organizar.
Palavras-chave Arquitectura; Jardim-de Infância; Directrizes de Projecto; Acessibilidades
Índice
  • 1.  Capítulo – Abordagem à Educação Infantil
  • 2. Capítulo – Antropometria Infantil na Actualidade
  • 3. Capítulo – Legislação
  • 4. Capítulo – Estatística em Lisboa
  • 5. Capítulo – Estudos sobre Creches e Infantários
  • 6. Capítulo – Exemplos de Jardins-de Infância
  • 7. Capítulo – Materiais adequados para Creches e Infantários (Jardins-de Infância)
  • 8. Capítulo – preocupações Ambientais
  • 9. Capítulo – Projecto Base para Creches e Infantários (Jardins-de Infância)
  • 10. Comentários Finais
  • 11. Referência  Bibliográfica
Nº de Páginas 65
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Equipamento Social

Troino: Identidade de um Bairro Histórico

Autor Dina Teresa Boleta Guerreiro
Titulo Troino: Identidade de um Bairro Histórico
Orientador Professor Doutor Luís Filipe Pires da Conceição
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de  Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo O presente trabalho retrata a evolução urbanística e arquitectónica daquele que é hoje um local pluricultural onde coabitam a Arquitectura religiosa e vernacular, histórias e lendas, que o caracterizam como bairro histórico e mostram a sua verdadeira identidade – o Troino.
Palavras-chave Setúbal; Troino; Identidade; Urbanismo; Arquitectura
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Setúbal: Génese e desenvolvimento urbano
  • Capítulo 2 – O Troino e a sua malha urbana
  • Capítulo 3 – Edifícios Notáveis
  • Capítulo 4 – Arquitectura Vernacular
  • Capítulo 5 – Elementos de Arquitectura e composição
  • Capítulo 6 – Troino, ontem e hoje
  • Conclusões
  • Bibliografia
  • Apêndices
Nº de Páginas 119
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Urbanismo

A importância de ser Novo

Autor Susana da Silva Brito
Titulo A importância de ser Novo
Orientador Professor Doutor José Diogo da Silva Mateus
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de  Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2012
Resumo O presente trabalho, numa perspectiva de transformação do território,  consiste numa reflexão teórico/conceptual sobre a proposta para o Novo Museu dos Coches, em Lisboa, enquadrada no contexto da vida e obra do seu autor – Paulo Mendes da Rocha. Contém, ainda, uma sistematização da metodologia utilizada de  abordagem ao espaço público.
Palavras-chave Novo Museu dos Coches; Paulo Mendes da Rocha; Arquitectura; Urbanismo
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Enquadramento Teórico
  • Capítulo 2 – Sistematização e Abordagem ao Espaço
  • Capítulo 3 – Urbano
  • Capítulo 4 – Arquitectónico
  • Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 101
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 4
Âmbito Urbanismo

A Maquete enquanto modelo de concepção em projecto

Autor João Filipe da Silva Teles Carvalho
Titulo A Maquete enquanto modelo de concepção em projecto
Orientador Professor Doutor João Manuel Barbosa Meneses de Sequeira
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias / Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2014
Resumo O desenvolvimento desta dissertação tem como base a maquete enquanto sistema empírico-metodológico na concepção arquitectónica. A maquete assume um papel muito importante para  o desenvolvimento e prática de projecto.
Palavras-chave Modelo; Projecto; Arquitectura; Concepção; Percepção
Índice
Nº de Páginas 124
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas 5
Âmbito Investigação

Largo do Intendente em Lisboa

Autor Catarina Ferreira Nunes Farmhouse Alberto
Titulo Largo do Intendente em Lisboa
Orientador Professora Doutora Patrícia Alexandra Dias Santos Pedrosa
Co-orientador
Faculdade/Departamento Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2015
Resumo A presente investigação sobre o Largo do Intendente pretende em primeiro lugar reunir toda a informação existente sobre a historia e vida daquele espaço e em segundo avaliar no âmbito das politicas de desenvolvimento urbano e da identidade colectiva na construção da memória, abordando questões como quem são os actores e instituições envolvidas na reabilitação do espaço.
Palavras-chave Arquitectura; Espaço público; Apropriação; Vida urbana; Lisboa – Largo do Intendente
Índice
  • Introdução
  • 1 – Enquadramento histórico
  • 2 – A reabilitação
  • 3 – Conclusão
  • Apêndices
Nº de Páginas 109
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 7
Âmbito Investigação

Património Arquitectónico rural por terras dos mau-tempo – Estudo de caso: O monte do Pedrógão

Autor Pedro Miguel Brito Ramos
Titulo Património Arquitectónico rural por terras dos mau-tempo – Estudo de caso: O monte do Pedrógão
Orientador Professor Doutor Luís Filipe Pires da Conceição
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Nesta dissertação procura-se perceber como eram os montes alentejanos no século XX com referencias a obra de José Saramago, Levantado do Chão. Procurou-se compreender até que ponto coincide a realidade existente num caso de estudo, o Monte do Pedrogão, na sua organização arquitectónica e social, como o cenário romanceado.
Palavras-chave Arquitectura; Vernacular; Alentejo; Levantado do Chão
Índice
  • Resumo
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Levantado do Chão
  • Capítulo 2- Enquadramento físico e geográfico do Alentejo
  • Capítulo 3 – História do Alentejo
  • Capítulo 4 – Arquitectura típica Alentejana
  • Capítulo 5 – Património arquitectónico rural na Vila de Lavre
  • Capítulo 6 – Estudo de caso: O Monte Pedrógão
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Fontes orais

  • Notas
  • Índice remissivo
Nº de Páginas 126
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas
Âmbito Investigação

Identidade do lugar

Autor Marta Isabel Palma Sobral
Titulo Identidade do lugar
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitetura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo A presente dissertação explora o conceito de identidade de um lugar. A cidade em si, reconhece-se como real e representativa onde socialmente é vivida e (re)construída num espaço, tendo o tempo como o seu principal impulsionador. É no espaço histórico desta cidade [Alcácer do Sal], sobretudo a frente ribeirinha, que essas valências se acentuam, pelas mais diversas características.
Palavras-chave Identidade; Território; Património; Diferença; Autêntico; Arquitectura
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Identidade
  • Capítulo 2 – Território
  • Capítulo 3 – Património Intangível
  • Capítulo 4 – Património Tangível
  • Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 159
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 5
Âmbito Investigação

Sustentabilidade numa Exploração Vitinícola

Autor Fernando António de Sousa Abreu
Titulo Sustentabilidade numa Exploração Vitinícola
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Neste trabalho debruçámos sobre a viticultura, numa actividade agrícola ancestral e a sua evolução ao longo dos tempos. Analisamos os danos que os métodos de exploração intensiva causaram ao meio ambiente. Reflectimos que, hoje, o despertar da consciência para os problemas ambientais e para os riscos que eles representam, nos faz sentir responsáveis pela condição do nosso planeta e pensar na necessidade urgente de mudança. de construir um novo mundo baseado num novo paradigma, a sustentabilidade. Urge reencontrar o equilíbrio natural, a implementação de novos padrões e modelos baseados neste conceito e a arquitectura tem um papel importante a desempenhar neste contexto. Neste trabalho apresentamos uma proposta de instalação de uma unidade vitinícola sustentável, um modelo arquitectónico que permite estreitar a relação entre a arquitectura e o ambiente natural. Este projecto foi concebido a pensar no respeito pela identidade local, na utilização de tecnologias e métodos não poluentes e na gestão adequada dos recursos naturais, focando os benefícios que daí advirão para o meio ambiente.
Palavras-chave Viticultura; Problemas ambientais; Mudança; Sustentabilidade: Arquitectura
Índice
  • Introdução p.1
  • Capitulo 1 – História da Videira e da Vinha p.6
  • Capitulo 2 – Histologia da Vinha p.13
  • Capitulo 3 – Instalação da Vinha p.20
  • Capitulo 4 – Nutrição e Fertilização do Vinho p.27
  • Capitulo 5 – Da Vindima ao fabrico do Vinho p.29
  • Capitulo 6 – O Despertar da Consciência Ecológica p.39
  • Capitulo 7 – Estudo de Caso p.29
  • Capitulo 8 – Instalação da Unidade Sustentável pag.46
  • Conclusão p.55
  • Bibliografia p.58
  • Glossário p.61
Nº de Páginas V.I 62, V.II 55
Nº de Volumes 2
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas V.II 55
Âmbito Arquitectura

Arquitectura Industrial, O Loft

Autor Vanessa Irina Machado Rodrigues
Titulo Arquitectura Industrial, O Loft
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Há necessidade, presente e premente de se dar à antiga fábrica de Malhas Simões em Benfica, uma nova identidade, quer quanto à parte física e arquitectónica, quer quanto à parte urbanística. Por isso, a remodelação dessa fábrica e suas estruturas, bem como, a inovação da aplicação de Lofts, constituem uma exigência das novas soluções que afluem, diariamente. para os novos valores arquitectónicos. Entendo que a vida moderna exige de todos nós uma constante agitação na luta pela sobrevivência. Existe também, o repouso, a diversão, o passatempo e o desporto, a fim de que todos sintam prazer de viver com “saúde e bem estar”.
Palavras-chave Arquitectura; Indústria; Reabilitação
Índice
  • Introdução- p.10
  • Capítulo 1 – (Estado de arte) A industrialização p.13
  • Capítulo 2-Problemática urbanização das Fábricas Simões p.55
  • Capítulo 3 – Modelo de análise p.58
  • Capítulo 4 – Observação e análise de mudança de uso p.62
  • Conclusão –  p.158
  • Bibliografia – p.160
Nº de Páginas V.I 62, V.II 55
Nº de Volumes 2
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas V.II 55
Âmbito Arquitectura