Author Archive

A Reabilitação do Núcleo Histórico de Arruda dos Vinhos

Autor Sílvia Marina Teles Lopes
Titulo A Reabilitação do Núcleo Histórico de Arruda dos Vinhos
Orientador Professor Doutor Fernando Larcher
Co-orientador
Faculdade/Departamento Faculdade de Arquitectura, Geografia, Urbanismo e Artes
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo O centro histórico é um tema abordado de forma indiscutível na actualidade e de enorme pertinência. Pretende-se através da apresentação desta proposta metodológica para a reabilitação do centro histórico de Arruda dos Vinhos.
Palavras-chave Património; Reabilitação; Centro histórico; Arruda dos Vinhos
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1- Fundamentação teórica-conceptual
  • Capítulo 2- Caracterização do núcleo histórico de Arruda dos Vinhos
  • Capítulo 3- Estratégias de intervenção
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Índice remissivo
  • Apêndices
Nº de Páginas 113
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas 15
Âmbito Reabilitação

Ecomuseu e a Arquitectura

Autor Bruno Miguel Pereira da Silva
Titulo Ecomuseu e a Arquitectura
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador Professor Doutor João Manuel Barbosa Meneses de Sequeira
Faculdade/Departamento Faculdade de Arquitectura, Geografia, Urbanismo e Artes
Obtenção de Grau Mestre em Estudos Avançados de Arquitectura
Data 2009
Resumo O presente trabalho pretende propor a criação de um núcleo museológico, o Museu da Vela e da Vassoura, inserido no museu do território para o concelho de Alcanena. O desenvolvimento da Museologia deu-se com o passar dos anos, adoptando diferentes formatos, apreendendo novos modelos, mas sempre tendo por base os seus conceitos originais. A necessidade de um outro tipo de conceito museológico com uma vertente comunitária, com outras preocupações de salvaguardar, suscitou o aparecimento de uma Nova Museologia.
Palavras-chave Museologia; Nova Museologia; Ecomuseu; Arquitectura; Comunidade
Índice
  • Agradecimentos
  • Resumo/Abstract
  • Introdução
  • Capítulo 1- Património, Identidade e Memória
  • Capítulo 2- As origens da nova Museologia
  • Capítulo 3- Ecomuseu
  • Capítulo 4- Ecomuseologia no panorama português
  • Capítulo 5- Apresentação de Museu do território de Alcanena
  • Capítulo 6- Condicionantes
  • Capítulo 7- Projecto
  • Conclusões
  • Bibliografia
  • Apêndice
Nº de Páginas 109
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas 17
Âmbito Museologia

Da Água na Arquitectura até à Arquitectura na Água – Contributo para a Sustentabilidade Arquitectónica e Urbana

Autor Carlos José Dias Pedro
Titulo Da Água na Arquitectura até à Arquitectura na Água – Contributo para a Sustentabilidade Arquitectónica e Urbana
Orientador Professor Doutor Carlos Alberto de Assunção Alho
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo O objectivo é dar o contributo para o conhecimento da água na Arquitectura até à Arquitectura na água e sistematizar um conjunto de informações de forma a encontrar soluções arquitectónicas e urbanas que apontem direcções com vista a um desenvolvimento sustentável.
Palavras-chave Arquitectura; Água; Sustentabilidade
Índice
  • Capa
  • Página de rosto
  • Dedicatória
  • Agradecimentos
  • Resumo/Abstract
  • Abreviaturas e Símbolos
  • Índice geral
  • Índice de quadros
  • Índice de Figuras
  • Capítulo 1 – Introdução
  • Capítulo 2 – Investigação/Metodologia
  • Capítulo 3 – Água no Ambiente Construído
  • Capítulo 4 – Água e saúde
  • Capítulo 5 – A água e a Problemática do desenvolvimento sustentável
  • Capítulo 6 – A Arquitectura na água, no Futuro, na realidade e nas Utopias
  • Capítulo 7 – Conclusão e recomendações
Nº de Páginas 142
Nº de Volumes 2
Local Lisboa
Peças gráficas
Âmbito Sustentabilidade

Água, Arquitectura e Sustentabilidade

Autor Raquel Cristiana Costa Ceriz Almeida
Titulo Água, Arquitectura e Sustentabilidade
Orientador Professor Doutor Luís Filipe Pires da Conceição
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo A dissertação em estudo analisa a água, como um elemento compositor do espaço arquitectónico. Aborda a captação e aproveitamento das águas pluviais e analisa o consumo de água potável. Pretende-se contribuir para a promoção do aproveitamento da água pluvial em usos urbanos não potáveis no nosso país.
Palavras-chave Construção; sustentabilidade; reutilização das águas pluviais
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – O homem e a água
  • Capítulo 2 – Águas pluviais
  • Capítulo 3 – Estudos de caso_ Proposta de uma habitação unifamiliar com SAAP
Nº de Páginas 101
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas
Âmbito Sustentabilidade

Habitar a Cidade: Eco-bairro da Quinta do Bacelo

Autor Pedro Miguel Estrela de Almeida
Titulo Habitar a Cidade: Eco-bairro da Quinta do Bacelo
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo New way of inhabit the city. Preserve, repopulate and interact: the global and urban environment, choosing energy systems fueled by energy from renewable sources and taking advantage of natural local resources.
Palavras-chave Inhabit, populate, density, movement, natural resources
Índice
  • Introdução
  • 1. O que significa habitar?
  • 2. A problemática das cidades contemporâneas
  • 3. Densidade Urbana
  • 4. Movimento Intra-urbano
  • 5. Espaços verdes e biodiversidade
  • 6. Analise fotográfica
  • 7. Hipótese para a aplicação do modo de habitar a cidade
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Glossário
  • Índice remissivo
Nº de Páginas 201
Nº de Volumes
Local Lisboa
Peças gráficas 53
Âmbito Recursos naturais

Qualidade do Espaço Público

Autor Bruno Miguel Vitoriano Costas
Titulo Qualidade do Espaço Público
Orientador Professor Doutor Francisco António Ribeiro da Costa
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento De Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo Test and validate a set of quality criterions, linked to the urban public space in which will be tested two urban spaces with completely different conntexts, one with a historic content and other contextually contemporary.
Palavras-chave Quality, Urban space, urban planning, city planning
Índice
  • Introdução
  • I. Espaço Público
  • II. Qualidade Urbana
  • III. Critérios de qualidade do espaço público
  • IV. Casos de estudo
  • Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 95
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas 43
Âmbito Espaço Público

Projecto de Concepção para a Escola Secundária de Cascais

Autor Filipa Alexandra Costa Castela
Titulo Projecto de Concepção para a Escola Secundária de Cascais
Orientador Professor Doutor João Manuel Barbosa Meneses de Sequeira
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2014
Resumo A presente dissertação pretende expor todas as premissas que levaram à resolução de um projecto de concepção para a escola secundária de Cascais, no seguimento do concurso de concepção lançado pela Parque Escolar em 2010. Com análise de três projectos com base em todo o processo que é fundamentado com uma reflexão sobre a construção de escolas secundárias, em Portugal, desde o início do século XX até à contemporaneidade.
Palavras-chave Arquitectura; Cascais; Concepção; Escola; Projecto
Índice
  • Introdução
  • 1 – Estado da Arte
  • 2 – Referências
  • 3 – Proposta da intervenção da Escola Secundária de Cascais
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Anexo – Apêndice
Nº de Páginas 86
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas 28
Âmbito Projecto

A Maqueta como Método Conceptual na Arquitectura

Autor João Pedro Nogueira Rei
Titulo A Maqueta como Método Conceptual na Arquitectura
Orientador Professor Doutor João Manuel Barbosa Meneses de Sequeira
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2014
Resumo A presente Dissertação decorre de uma investigação desenvolvida com base em sucessivas maquetas, de modo a demonstrar a sua importância na concepção de um projecto. Assim na Dissertação analisam-se várias maquetas realizadas por alguns arquitectos conceituados do século XX-XXI.
Palavras-chave Maqueta; Metodologia; Espaço; Escala; Projecto
Índice
  • Introdução
  • Capítulo I – Análise e Concepção
  • Capítulo II – A Maqueta
  • Capítulo III – Metodologias
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Apêndice
Nº de Páginas 136
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas
Âmbito

Cova da Moura, a Realidade e a Utopia: Um Projecto de Revitalização na Ausência de Plano

Autor Ana Isabel de Brito Bento
Titulo Cova da Moura, a Realidade e a Utopia: Um Projecto de Revitalização na Ausência de Plano
Orientador Professor Doutor João Manuel Barbosa Meneses de Sequeira
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2011
Resumo A presente investigação debruça-se sobre o bairro do Alto da Cova da Moura. Sendo um fenómeno de construção clandestina na Área Metropolitana de Lisboa esta investigação analisa vários factores existentes nestas tipologias de bairros, considerados Espaços de Desigualdades, com base em pontos de vista desenvolvidos. Efectua-se um Projecto de Levantamento da implementação do bairro para a sua requalificação.
Palavras-chave Espaço da Desigualdade; Identidade Local; Densidade Urbana; Acupunctura Urbana; Espaço Público; Escala Urbana; Utopia; Arquitectura Parasita; Habitar; Habitação; Construção Aligeirada; Novas Materialidades; Qualidade Arquitectónica
Índice
  • Introdução
  • Parte I – Enquadramento
  • Capítulo I – Apresentação da Área de Estudo
  • Capítulo II – Elementos de Análise
  • Parte II – Projecto de Revitalização da Cova da Moura
  • Capítulo I -Novas Urbanidades na ausência de plano
  • Capítulo II –  Projecto de Incisão Urbana na Ausência de Plano
  • Conclusões
  • Bibliografia
  • Apêndice
Nº de Páginas 118
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas 45
Âmbito Investigação

Praça da Liberdade, Almada: Apropriação e vida da praça no século XXI

Autor Luís Miguel da Silva Gonçalves
Titulo Praça da Liberdade, Almada: Apropriação e vida da praça no século XXI
Orientador Professora Doutora Patrícia Alexandra Dias Santos Pedrosa
Co-orientador
Faculdade/Departamento Escola  de  Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias de Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2015
Resumo The main objective of this thesis is the anaysis of the Praça da Liberdade, and its logic of appropriation of public space and forms of behaviour. In development is settled up the framework about the historical evolution of the Square in its urban form and a reflection about the public space according to the different problems explained by some contemporary authors.
Palavras-chave square; public space; appropriation; urban life; socialization; Almada
Índice
  • Introduction
  • Chapter 1: A praça e a apropriação do espaço público (p. 18-25)
  • Chapter 2: Almada: Evolução do Espaço público (p. 36-51)
  • Chapter 3: Praça da Liberdade: apropriação e vida(p. 59-86)
  • Conclusão (p. 113)
  • Apêndices (p. 113-172)
Nº de Páginas 177
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 48
Âmbito Urbanismo

A impermeabilização de terraços e coberturas planas: origens e anomalias

Autor António José Ferreira Ribeiro
Titulo A impermeabilização de terraços e coberturas planas: origens e anomalias
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador Escola  de  Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias de Informação
Faculdade/Departamento
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2014
Resumo This dissertation aims to present solutions and construction techniques,as well as the study of the different constituents recommended for building flat roofs, focusing  in particular on systems for waterproofing flat roofs, analyzing the constructive and correct materials in terms of their technical characteristics,as well as the current pathologies and defaults.
Palavras-chave Flat Roofs; Maintenance; Refurbishment; Pathologies
Índice
  • Introduction
  • Chapter 1: Herança Histórica  e Arquitectónica das Coberturas Planas ou em Terraço: A Evolução  das coberturas planas (p. 24-51)
  • Chapter 2: Coberturas planas e seus constituintes (p. 51-103)
  • Conclusion (p. 110)
  • Bibliografia (p. 113)
Nº de Páginas 116
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 38
Âmbito Tecnologias

Montijo e a regeneração da Frente Ribeirinha: A configuração do Espaço Público no contexto de mat-building

Autor José Miguel Guerra de Sousa
Titulo Montijo e a regeneração da Frente Ribeirinha: A configuração do Espaço Público no contexto de mat-building
Orientador Professor Doutor Pedro Carlos Bobone Ressano Garcia
Co-orientador
Faculdade/Departamento Faculdade de Arquitectura, Urbanismo, Geografia e Artes
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2014
Resumo The present work integrates itself with the theme of regeneration of waterfronts and it has the city of Montijo as a case study.It seeks for identifying the problems of the space and presents a final project based on a body of knowledge.
Palavras-chave Frente Ribeirinha; Espaço Público; Mat-building; Montijo; Centro Náutico
Índice
  • Introduction
  • Chapter 1: O contexto (A) A história e geografia do Montijo (p. 14-32)
  • Chapter 2: O lugar (B) Espaço Público,os princípios de Gehl (p. 33-66)
  • Chapter 3: O Mat-building (C) O potencial de mat-building (p. 67-83)
  • Chapter 4: Final project (p. 84-125)
Nº de Páginas 129
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 97
Âmbito Urbanismo

Curadoria de Arquitectura – Curadoria como Processo de Reabilitação Urbana

Autor Mécia do Carmo Câmara Mendonça
Titulo Curadoria de Arquitectura – Curadoria como Processo de Reabilitação Urbana
Orientador Professora Doutora Eliana Pereira De Sousa Santos
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação, Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2016
Resumo Este trabalho apresenta-se como uma reflexão crítica sobre o papel da curadoria na Arquitectura nos nossos dias, o qual não se esgota em programas expositivos, em conferências, no debate disciplinar, nas bienais ou trienais, mas, acima de tudo,  deverá  assumir-se como um meio, uma ferramenta/instrumento para curar a cidade, isto é, cuidar da cidade, tratá-la, reinventá-la, mantendo a sua identidade.
Palavras-chave Curadoria; Reabilitação Urbana; Arquitectura; Cidade; Bairro; Comunidade; Memória; Identidade
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Curadoria – Genealogia
  • Capítulo 2 – Estudo de Caso: Edifício Manifesto – Avenida Intendente
  • Capítulo 3 – Considerações Finais
  • Bibliografia
Nº de Páginas 77
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Curadoria

Projeto “comunidArte”: Dinâmicas e Interacções Sociais no espaço Público

Autor Diogo Filipe Afonso dos Santos Fonseca
Titulo Projeto “comunidArte”: Dinâmicas e Interacções Sociais no espaço Público
Orientador Professora Doutora Patrícia Alexandra Dias Santos Pedrosa
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2015
Resumo Este projecto relaciona-se com a mutação da zona do Intendente (Lisboa),  ao longo do tempo. Através de interacções diárias, o trabalho pretende, por um lado, transmitir, do ponto de vista conceptual, uma visão própria dos elementos que o Largo do Intendente oferece diariamente, mas que apenas são perceptíveis através deste novo espaço e, por outro, identificar de que forma as dinâmicas criadas no espaço público são importantes na valorização do próprio espaço e na vida das pessoas que o habitam.
Palavras-chave Arquitectura; Espaço Público; Arte Pública; “comunidArte”; Lisboa- Largo do Intendente
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Espaço Público
  • Capítulo 2 – Projeto “comunidArte”
  • Bibliografia
Nº de Páginas 99
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Arte Pública

As Novas dinâmicas Urbanas – Alcochete e os Desafios do séc. XXI: O rio que não separa, mas une

Autor João António Moço Pardal
Titulo As Novas dinâmicas Urbanas – Alcochete e os Desafios do séc. XXI: O rio que não separa, mas une
Orientador Professor Doutor Carlos Vieira de Faria
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2015
Resumo Tendo por base que um rio não separa, mas une, este trabalho centra-se na avaliação das dinâmicas urbanas provenientes da exploração teórico-conceitual das hipóteses da revalorização estratégica da frente ribeirinha e da recentragem de Alcochete no contexto da Área Metropolitana de Lisboa, entendida como metrópole polinucleada. A proposta apresentada é a da requalificação urbana de Alcochete, tendo em conta os novos desafios que resultam de uma nova visão local e regional do aglomerado, agora inserido no Arco Ribeirinho do Tejo.
Palavras-chave Urbanismo; Metrópole Polinucleada; Recentralização; Núcleo Histórico; Frente-de-Água
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Da Cidade do Século XIX ao Século XXI
  • Capítulo 2 – Alcochete – Uma Cidade de Água?
  • Capítulo 3 – Polarização de Alcochete pelo Rio Tejo
  • Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 88
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Urbanismo

Operações de Loteamento Clássico: Carcavelos – das Quintas aos Loteamentos

Autor Filipa Alexandra Gomes da Silva Oliveira Antunes
Titulo Operações de Loteamento Clássico: Carcavelos – das Quintas aos Loteamentos
Orientador Professor Doutor Arquitecto Mário Canova Magalhães Moutinho
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de  Urbanismo
Obtenção de Grau Doutor em Urbanismo
Data 2013
Resumo Este estudo incide nas operações de loteamento assumidas como instrumentos de planeamento urbano, nomeadamente numa formalidade projectual implantada em Portugal, configurada no parcelamento do solo e consequente ocupação de territórios outrora de uso agrícola.
Palavras-chave Solo; Parcela; Lote; Loteamento; Sistema de Planeamento
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Loteamentos
  • Capítulo 2 -Caso de Estudo
  • Capítulo 3 – OL em Carcavelos
  • Capítulo 4 -Modelo de Análise Morfológica
  • Capítulo 5 -Caracterização dos Loteamentos Clássicos de Carcavelos
  • Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 192
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 1
Âmbito Urbanismo

A Bioclimática Na Cidade Mediterrânica – O Equilíbrio Entre Duas Estações

Autor Pedro Manuel Machado da Silva Faria
Titulo A Bioclimática Na Cidade Mediterrânica – O Equilíbrio Entre Duas Estações
Orientador Professor Doutor Arquitecto Mário Canova Magalhães Moutinho
Co-orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Faculdade de Arquitectura, Geografia, Urbanismo e Artes
Obtenção de Grau Doutor em Urbanismo
Data 2011
Resumo A bioclimática, conceito relativamente novo no âmbito do Urbanismo, está associada ao aproveitamento dos recursos que a natureza providencia e ao conforto do ser humano no seu próprio habitat. Neste trabalho a envolvente climática centra-se fundamentalmente no clima mediterrânico, também denominado como “um equilíbrio entre duas estações”. A cidade mediterrânica poderá sofrer uma reestruturação do seu próprio desenho urbano, que contrarie o crescimento desordenado verificado nas últimas quatro décadas e inadequado às necessidades de conforto actuais, sendo possível prever ou presumir tendências futuras de progressivo encolhimento ou abandono das zonas periféricas da cidade – eventualmente devolvendo esses espaços à natureza -, adaptando melhor o espaço urbano às necessidades de um processo de contenção energética que apenas agora começou a ser sentido.
Palavras-chave Sustentabilidade; Bioclimática; Urbanismo
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1
    • O Estado de Consciência Sócio-Política Mundial, Europeia e Nacional, desde o Início das Primeiras Crises Energéticas
    • A Dependência da Energia
    • Análise sobre as Discussões e Constituição de Planos de Eficiência
    • A Eficácia antes da Eficiência
  • Capítulo 2
    • Cálculo de Envolventes de Quarteirões
    • A Transição entre o Espaço Interior e o Exterior
  • Capítulo 3
    • O Clima, a Energia e todos os seus Complementos no Espaço Urbano
  • Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 180
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 1
Âmbito Urbanismo

Coberturas Verdes: Reguladoras Micro Climáticas das Cidades

Autor João Pedro dos Santos Duarte Costa
Titulo Coberturas Verdes: Reguladoras Micro Climáticas das Cidades
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Este trabalho pretende destacar a importância das Coberturas Verdes como parte da Arquitectura Sustentável, dando um especial destaque para  a implementação deste tipo de estruturas nas grandes cidades, de forma a reduzir o aquecimento global e o efeito estufa causado pela grande acumulação de poluição nas cidades e, também, a funcionar como recolha e captação das águas das chuvas.
Palavras-chave Coberturas Verdes; Arquitectura Sustentável; Conforto Micro Climático; Aquecimento Global
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Contexto
  • Capítulo 2 -Arquitectura Sustentável
  • Capítulo 3 -Análise dos Efeitos Micro Climáticos da Vegetação
  • Capítulo 4 – Coberturas Verdes
  • Capítulo 5 – Análise Comparativa entre a Cobertura Tradicional, Cobertura com Seixo e Cobertura Verde
  • Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 92
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Arquitectura Sustentável

Os Passos da Paixão de Cristo

Autor João Ferreira Santos
Titulo Os Passos da Paixão de Cristo
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador Doutor José Luís Pereira Santos Gonçalves Neto
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Este trabalho centra-se na protecção e salvaguarda dos edifícios que, na cidade de Setúbal, retratam os Passos da Paixão de Cristo, bem como a protecção do percurso que os constituía e a sua envolvente, procurando compreender e dar a conhecer as influências dos referidos edifícios na malha do núcleo histórico da cidade de Setúbal e as razões sociológicas/religiosas inerentes à sua implantação.
Palavras-chave Arquitectura; Via-Sacra; Passos da Paixão
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – O Espaço Sagrado
  • Capítulo 2 -Os Passos da Paixão de Cristo
  • Capítulo 3 -A Religiosidade na Cidade de Setúbal
  • Capítulo 4 – A Proposta de Classificação e de Salvaguarda
  • Reflexão Final
  • Bibliografia
Nº de Páginas 122
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 6
Âmbito Património Cultural

Proposta Metodológica para a Compatibilização entre Comércio Tradicional e Shopping Centers 

Autor Luís Mário Antunes Teixeira
Titulo Proposta Metodológica para a Compatibilização entre Comércio Tradicional e Shopping Centers
Orientador Professor Doutor Fausto António de Almeida Cruz
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Curso de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo O presente trabalho pretende, através da caracterização do comércio tradicional, centro tradicional e shopping center, criar um conjunto de regras e metodologia para a compatibilização destas actividades. Apresenta, ainda, o desenvolvimento de estratégias para a relocalização do Shopping Center no tecido urbano do centro histórico ou tradicional, como catalisador de desenvolvimento e vitalidade, devolvendo a este local o seu papel de centro cívico.
Palavras-chave Comércio Tradicional; Shopping Centers; Centro Tradicional; Arquitectura
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Fundamentos Teórico-Conceptuais
  • Capítulo 2 – O Comércio
  • Capítulo 3 – O Shopping Center
  • Capítulo 4 – Compatibilização Proposta
  • Capítulo 5 – Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 113
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Urbanismo Comercial

Arquitectura e Urbanismo das Fábricas Conserveiras na Cidade de Setúbal: Memória Genética

Autor Samuel Luís Soares de Oliveira
Titulo Arquitectura e Urbanismo das Fábricas Conserveiras na Cidade de Setúbal: Memória Genética
Orientador Professor Doutor Luís Filipe Pires da Conceição
Co-orientador Mestre Arquitecto Hugo Nazareth Fernandes
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo Este trabalho constitui-se como uma reflexão sobre a problemática que envolve a relação actual dos espaços ocupados pelas antigas fábricas de conservas com a cidade de Setúbal. O objecto de estudo adoptado foi um projecto desenvolvido num espaço de uma fábrica conserveira – Mecânica Setubalense – em ruína, tendo como objectivo estabelecer algumas hipóteses que possam contribuir para a Memória Genética da fábrica.
Palavras-chave Memória; Genética; Rupturas; Continuidades; Fábricas
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – problemática Teórico-Conceptual
  • Capítulo 2 -Contextualização
  • Capítulo 3 -Intervenção Urbana e arquitectónica no Espaço em Ruína da Fábrica Mecânica Setubalense no Bairro das Fontainhas em Setúbal
  • Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 61
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Reabilitação

Arquitectura, Luz e Cor

Autor Sara Alexandra Pereira Cerdeira
Titulo Arquitectura, Luz e Cor
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de Arquitectura, Urbanismo, Geografia e Artes
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Neste trabalho pretende-se relacionar a conjugação da iluminação natural, da iluminação artificial e da cor, bem como a forma como se configuram no funcionamento dos edifícios. São apresentados os diferentes tipos de iluminação e a sua interacção no plano da Arquitectura, utilizando a cor como elemento, dando a conhecer as formas de iluminação mais corretas para cada edifício, quais os seus efeitos e como consegui-los de um modo eficiente.
Palavras-chave Iluminação Natural; Iluminação Artificial; Cor; Arquitectura
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Introdução histórica
  • Capítulo 2 – A luz
  • Capítulo 3 – A iluminação natural
  • Capítulo 4 – A iluminação artificial
  • Capítulo 5 – Luz natural versus luz artificial
  • Capítulo 6 – Legislação
  • Capítulo 7 – Iluminação
  • Capítulo 8 – Cor
  • Capítulo 9 – Teoria da luz
  • Capítulo 10 – Cor e luz na Arquitectura
  • Capítulo 11 – Luz e cor
  • Capítulo 12 – A cor e os aspectos culturais
  • Capítulo 13 – A cor na história ocidental
  • Capítulo 14 – A cor na Arquitectura ao longo da história
  • Capítulo 15 – Cor e lugar
  • Capítulo 16 – Utilização da cor na iluminação nas fachadas
  • Capítulo 17 – Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 109
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Iluminação

 

Arquitectura Sustentável aplicada à Construção Civil

Autor Gisele Tedeschi dos Santos
Titulo Arquitectura Sustentável aplicada à Construção Civil
Orientador Professor Doutor Carlos Alberto de Assunção Alho
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2008
Resumo Este  trabalho aborda os conceitos de sustentabilidade e desenvolvimento sustentável, associando-se a definição geral aos temas relacionados com os sistemas que envolvem a Arquitectura e a construção civil. A reflexão sobre Arquitectura sustentável é conduzida pela apresentação de um estudo para um loteamento desenvolvido com bases sustentáveis. O planeamento do loteamento inclui também um projecto de residências tipo a serem implantadas e, igualmente, projectadas sob a óptica da sustentabilidade.
Palavras-chave Construção Civil; Arquitectura Sustentável; Projecto
Índice
  • 1. Introdução
  • 2. Revisão de literaturas
  • 3. Desenvolvimento do Trabalho
  • 4. Resultados
  • 4. Ambientes escolares
  • 5. Análise do projecto
  • 6. Conclusão
  • 7. Anexos
  • 8. Bibliografia
Nº de Páginas 71
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 4
Âmbito Sustentabilidade

Cor em Creches

Autor Susana Marisa Fernandes da Silva Relvas
Titulo Cor em Creches
Orientador Professor Doutor Luís Filipe Pires da Conceição
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de  Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo Este  trabalho centra-se na importância da Cor no espaço arquitectónico de uma creche e no que esses espaços coloridos podem despertar e influenciar o desenvolvimento das crianças, a nível físico e psicológico.  Com este estudo pretende-se comprovar que a presença da Cor influencia o comportamento das crianças.
Palavras-chave Cor; Projecto Arquitectura; Creches
Índice
  • Introdução
  • 1. Análise da creches
  • 2. Desenvolvimento da criança
  • 3. Espaço físico no desenvolvimento da criança
  • 4. Ambientes escolares
  • 5. Teoria das cores
  • 6. Significado psicológico das cores no desenvolvimento da criança
  • 7. Educação Waldorf
  • 8. A Arquitectura e uso das Cores
  • 9. Projecto de Arquitectura – definições necessárias
  • 10. Escola modelo
  • 11. Referências de Creches
  • 12. Investigação qualitativa
  • 13. Conclusão do trabalho
  • 14. Bibliografia
Nº de Páginas 68
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 2
Âmbito Investigação

Habitação Auto-Suficiente

Autor Pedro Miguel Gomes do Ó
Titulo Habitação Auto-Suficiente
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de  Arquitectura  e Urbanismo
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo Este  trabalho apresenta um estudo sobre as potencialidades  da habitação auto-suficiente comparativamente à habitação convencional, no que se refere a necessidades energéticas. Com vista à  auto-suficiência e à redução de custos de consumos de água, luz, gás e electricidade, foram usados, para o projecto de uma moradia, alguns conceitos – sustentabilidade e bioclimática – e aplicadas inúmeras tecnologias, nomeadamente, painéis fotovoltaicos (energia eléctrica), painéis solares térmicos (águas quentes sanitárias), aerogeradores (energia eléctrica), reaproveitamento de águas, entre outras.
Palavras-chave Sustentabilidade; Eficiência; Autonomia
Índice
  • Capítulo 1 – Introdução
  • Capítulo 2 – Conceitos e medidas para a sustentabilidade ambiental e construtiva
  • Capítulo 3 – Caso de estudo – Projecto de uma moradia auto-suficiente
  • Capítulo 4 – Energias Renováveis e Não renováveis, “O motor da habitação Auto-Suficiente”
  • Capítulo 5 – Captação de Águas para consumo. Aproveitamento e reutilização de água para usos domésticos
  • Conclusões
  • Bibliografia
  • Apêndices
Nº de Páginas 95
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Sustentabilidade

Influência dos Elementos Arquitectónicos na Problemática dos Jardins-de-Infância

Autor Sónia Crespo Gonçalves
Titulo Influência dos Elementos Arquitectónicos na Problemática dos Jardins-de-Infância
Orientador Professor Doutor Luís Filipe Pires da Conceição
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de  Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo Este trabalho procura criar directrizes arquitectónicas para o estudo da creche e infantário (jardim-de-infância), tornando esses espaços adequados à criança nas várias etapas do seu desenvolvimento. O espaço físico da creche é lugar de vivências e cenário de convivência dos seus intervenientes (crianças, profissionais e famílias), cabendo ao Arquitecto orientações para o organizar.
Palavras-chave Arquitectura; Jardim-de Infância; Directrizes de Projecto; Acessibilidades
Índice
  • 1.  Capítulo – Abordagem à Educação Infantil
  • 2. Capítulo – Antropometria Infantil na Actualidade
  • 3. Capítulo – Legislação
  • 4. Capítulo – Estatística em Lisboa
  • 5. Capítulo – Estudos sobre Creches e Infantários
  • 6. Capítulo – Exemplos de Jardins-de Infância
  • 7. Capítulo – Materiais adequados para Creches e Infantários (Jardins-de Infância)
  • 8. Capítulo – preocupações Ambientais
  • 9. Capítulo – Projecto Base para Creches e Infantários (Jardins-de Infância)
  • 10. Comentários Finais
  • 11. Referência  Bibliográfica
Nº de Páginas 65
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Equipamento Social

Troino: Identidade de um Bairro Histórico

Autor Dina Teresa Boleta Guerreiro
Titulo Troino: Identidade de um Bairro Histórico
Orientador Professor Doutor Luís Filipe Pires da Conceição
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de  Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo O presente trabalho retrata a evolução urbanística e arquitectónica daquele que é hoje um local pluricultural onde coabitam a Arquitectura religiosa e vernacular, histórias e lendas, que o caracterizam como bairro histórico e mostram a sua verdadeira identidade – o Troino.
Palavras-chave Setúbal; Troino; Identidade; Urbanismo; Arquitectura
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Setúbal: Génese e desenvolvimento urbano
  • Capítulo 2 – O Troino e a sua malha urbana
  • Capítulo 3 – Edifícios Notáveis
  • Capítulo 4 – Arquitectura Vernacular
  • Capítulo 5 – Elementos de Arquitectura e composição
  • Capítulo 6 – Troino, ontem e hoje
  • Conclusões
  • Bibliografia
  • Apêndices
Nº de Páginas 119
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Urbanismo

A importância de ser Novo

Autor Susana da Silva Brito
Titulo A importância de ser Novo
Orientador Professor Doutor José Diogo da Silva Mateus
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de  Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2012
Resumo O presente trabalho, numa perspectiva de transformação do território,  consiste numa reflexão teórico/conceptual sobre a proposta para o Novo Museu dos Coches, em Lisboa, enquadrada no contexto da vida e obra do seu autor – Paulo Mendes da Rocha. Contém, ainda, uma sistematização da metodologia utilizada de  abordagem ao espaço público.
Palavras-chave Novo Museu dos Coches; Paulo Mendes da Rocha; Arquitectura; Urbanismo
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Enquadramento Teórico
  • Capítulo 2 – Sistematização e Abordagem ao Espaço
  • Capítulo 3 – Urbano
  • Capítulo 4 – Arquitectónico
  • Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 101
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 4
Âmbito Urbanismo

A Influência da Orla Marítima na Arquitectura: as patologias que gera e a sua prevenção

Autor Carina Matias Fonseca
Titulo A Influência da Orla Marítima na Arquitectura: as patologias que gera e a sua prevenção
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de  Arquitectura  e Urbanismo
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo O presente trabalho pretende identificar os problemas mais graves que tendem a surgir nos materiais utilizados nas construções situadas na faixa costeira e criar medidas preventivas, por forma a retardar o seu aparecimento, prolongando, deste modo, a vida útil dos referidos materiais.
Palavras-chave Materiais de Construção; Prevenção; Patologias; Metal; Betão; Revestimentos Cimentícios; Elementos Cerâmicos
Índice
  • Introdução
  • 1 – Características Atmosféricas na Faixa Costeira
  • 2 – Análise e Prevenção de Anomalias no Metal
  • 3 – Análise e Prevenção de Anomalias no Betão
  • 4 – Análise e Prevenção de Anomalias nos Revestimentos Cimentícios de Paredes
  • 5 – Análise e Prevenção de Anomalias nos elementos Cerâmicos
  • Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 111
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Investigação – Materiais de Construção

Coordenação de Segurança em Fase de Projecto

Autor Telmo Ricardo de São José Bento
Titulo Coordenação de Segurança em Fase de Projecto
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de  Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2013
Resumo Pretende-se com este trabalho, face à escassez de informação compilada e disponível sobre as diversas fases da coordenação de segurança em obra,  esclarecer o significado da  coordenação de segurança em fase de Projecto e demonstrar as complexidades e constrangimentos com que os profissionais têm que lidar  no exercício da sua actividade.
Palavras-chave Construção Civil; Prevenção de Segurança e Saúde; Opções Arquitectónicas; Plano de Segurança e Saúde
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Apresentação do Tema
  • Capítulo 2 – Integração das Fases da Coordenação
  • Capítulo 3 – Empreendimentos
  • Capítulo 4 – Projecto
  • Capítulo 5 – Obras
  • Capítulo 6 – Metodologia para a Planificação da Segurança e Saúde no Trabalho
  • Capítulo 7 – Estudo de Caso
  • Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 137
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 1
Âmbito Segurança

Pele Construída

Autor Daniel Alexandre Gonçalves Silva
Titulo Pele Construída
Orientador Professor Doutor João Manuel Barbosa Meneses de Sequeira
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de  Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Este estudo tem como ponto de partida o conceito e a  relação entre Pele humana e Pele arquitectónica, que, quer numa, quer na outra, assume uma diversidade de funções, sejam de protecção / transição do interior para o exterior, entre o público e o privado, impacte visual ou de  envolvimento e criação de unidade. Enquanto conceito arquitectónico, a pele dos edifícios tem vindo a  responder cada vez melhor às inúmeras exigências a que está sujeita, quer em termos estruturais, funcionais, conforto e estética, como em termos ambientais e de sustentabilidade. Pretende-se com este trabalho ressaltar a diversidade de soluções e potencialidades que se colocam na Arquitectura, permitindo aos arquitectos uma enorme liberdade conceptual no revestimento dos edifícios.
Palavras-chave Pele; Revestimento de Edifícios; Estrutura; Funcionalidade; Estética; Sustentabilidade
Índice
  • Capítulo 1 – Introdução
  • Capítulo 2 – Conceito
  • Capítulo 3 – Pele, Matéria, Corpo
  • Capítulo 4 – Aspectos Funcionais e Estruturais da Pele
  • Capítulo 5 – Estudos de Caso
  • Capítulo 6 – Projecto
  • Capítulo 7 – Conclusões
  • Bibliografia
Nº de Páginas 124
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 1
Âmbito Revestimentos

Arquitectura Popular na Região Centro: Um Panorama da Habitação nos Antigos Coutos de Alcobaça

Autor Filipe Luís Nunes da Silva
Titulo Arquitectura Popular na Região Centro: Um Panorama da Habitação nos Antigos Coutos de Alcobaça
Orientador Professora Doutora Patrícia Alexandra Dias Santos Pedrosa
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias – Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2013
Resumo Neste trabalho apresenta-se um estudo sobre a habitação rural e a Arquitectura popular característica da região centro do país, mais especificamente dos antigos coutos de Alcobaça. Centrado entre meados do século XIX e meados do século XX, nele se valorizam questões como o ambiente sócio-económico, o modo de vida e as características das construções rurais, no que concerne a tipologia do edificado, organização do espaço e morfologia urbana, em articulação com o meio envolvente.  Pretende-se,  através da sua apresentação e divulgação, valorizar e afirmar a Arquitectura popular dos antigos coutos de Alcobaça.
Palavras-chave Arquitectura Popular; Habitação Rural; População Rural; Coutos de Alcobaça; Território
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Arquitectura Popular Portuguesa: Enquadramento
  • Capítulo 2 – Contextualização do Território
  • Capítulo 3 – Arquitectura Popular nos Antigos Coutos de Alcobaça
  • Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 102
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 13
Âmbito Arquitectura Popular

Reabilitação da Frente Ribeirinha da Trafaria

Autor Gonçalo Augusto Fonseca Barbosa da Silva
Titulo Reabilitação da Frente Ribeirinha da Trafaria
Orientador Professor Doutor Pedro Carlos Bobone Ressano Garcia
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias / Faculdade de Arquitectura, Geografia, Urbanismo e Artes
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2011
Resumo Este estudo começa por analisar e caracterizar o local contextualizando historicamente e pela sua construção à beira rio. Recolhe planos e estudos estratégicos existentes da área estudada e identifica alguns pontos de ruptura.
Palavras-chave Reabilitação
Índice
Nº de Páginas 109
Nº de Volumes
Local Lisboa
Peças gráficas 18
Âmbito Reabilitação

A flexibilidade na Habitação

Autor Cláudia Sofia da Conceição Badalo
Titulo A flexibilidade na Habitação
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias / Faculdade de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo Neste trabalho são reflectidos conceitos como a habitação e de que modo esta é flexível para o seu habitante. Mostra um conjunto de critério para o modelo de habitação colectiva flexível possível implantado em Portugal.
Palavras-chave Habitar; Adaptar; Flexibilizar
Índice
Nº de Páginas 149
Nº de Volumes
Local Lisboa
Peças gráficas
Âmbito Investigação

 

Concepção de um Pavilhão Temporário

Autor Victor Santos Mendes Ramos
Titulo Concepção de um Pavilhão Temporário
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias / Faculdade de Arquitectura, Geografia, Urbanismo e Artes
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo Esta dissertação enquadra nos estudos sobre a concepção arquitectónica, especificamente de um pavilhão, e nos esquissos como estrutura organizadora do pensamento e da forma
Palavras-chave Esquisso; Forma; Programa; Concepção arquitectónica; Processo
Índice
Nº de Páginas 70
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas 20
Âmbito Concepção Arquitectónica

A Maquete enquanto modelo de concepção em projecto

Autor João Filipe da Silva Teles Carvalho
Titulo A Maquete enquanto modelo de concepção em projecto
Orientador Professor Doutor João Manuel Barbosa Meneses de Sequeira
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias / Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2014
Resumo O desenvolvimento desta dissertação tem como base a maquete enquanto sistema empírico-metodológico na concepção arquitectónica. A maquete assume um papel muito importante para  o desenvolvimento e prática de projecto.
Palavras-chave Modelo; Projecto; Arquitectura; Concepção; Percepção
Índice
Nº de Páginas 124
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas 5
Âmbito Investigação

A requalificação do património como combate à desertificação das aldeias portuguesas – reflexão sobre a aldeia de Ranhados

Autor Ana Sofia Almeida Silva
Titulo A requalificação do património como combate à desertificação das aldeias portuguesas – reflexão sobre a aldeia de Ranhados
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias / Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2013
Resumo Esta investigação fala da desertificação populacional dos meios rurais e tem como base o caso de estudo da aldeia de Ranhados.  Nesta dissertação são indicadas metodologias para a gestão e transformação sustentável do meio rural; são referidos modelos arquitectónicos típicos da aldeia em estudo; e são identificados os potenciais meios de combate à desertificação da aldeia em estudo.
Palavras-chave Património; Requalificação; Meios Rurais; Interior da Beira Alta; Desertificação Populacional
Índice
Nº de Páginas 89
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas
Âmbito Investigação e Urbanismo

A influência do clima mediterrânico na arquitectura tradicional do sul de Portugal

Autor Ana Sofia Ferreira Veiga
Titulo A influência do clima mediterrânico na arquitectura tradicional do sul de Portugal
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias / Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Este estudo procura falar na identidade Mediterrânica e no conjunto de factores que possibilitam a sua denominação. Com o estudo do Mediterrâneo pretende-se comparar com a Arquitectura do Algarve e parte do Alentejo, pegando em factores como o desenvolvimento do estilo de vida e das relações sociais.
Palavras-chave Ruralidade; antiguidade; terra
Índice
Nº de Páginas 133
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas 2
Âmbito Investigação

Proposta Metodológica para a Reabilitação e Revitalização do Bairro Alto

Autor Sara Bartissol Santos
Titulo Proposta Metodológica para a Reabilitação e Revitalização do Bairro Alto
Orientador Professor Doutor Fausto António de Almeida Cruz
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Faculdade de Arquitectura, Urbanismo e Artes
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo A proposta metodológica apresentada compatibiliza os princípios gerais de intervenção das bases normativas internacionais do património, propondo objectivos específicos a levar em conta sob aspectos morfológicos, sócio-culturais e económicos, condicionando os objectivos específicos a atingir com consequência a ter nas orientações urbanísticas em desenho urbano.
Palavras-chave Reabilitação; Revitalização; Património; Turismo de Lazer; Bairro Alto
Índice
  • Introdução
  • 1. Fundamentos Teórico-Conceptuais
  • 2. Caracterização do Bairro Alto
  • 3. Síntese da compatibilização dos princípios gerais de intervenção com o plano de urbanização dando origem a objectivos específicos a atingir
  • 4. Definição de pontos de referência para o desenho urbano cujo significado seja importante para a estratégia a adoptar
  • 5. Proposta
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Apêndice I (Peças Desenhadas)
Nº de Páginas 123
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas 41
Âmbito Reabilitação

Estudo Tipológico e Conceptual de uma Creche e Jardim de Infância para o Bairro da Cova da Moura

Autor Ana Margarida Carreiro Lima Barreiro
Titulo Estudo Tipológico e Conceptual de uma Creche e Jardim de Infância para o Bairro da Cova da Moura
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Faculdade de Arquitectura, Urbanismo, Geografia e Artes Plásticas
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2012
Resumo Esta tese tem como objectivo contribuir para a construção de uma Creche e Jardim de Infância num bairro social de modo a minimizar a realidade actual, bem como a problemática nos “Bairros Sociais”. O Trabalho iniciou-se com uma análise à origem do Bairro da Cova da Moura, ao seu desenvolvimento e, posteriormente aos seus habitantes a fim de, compreender as suas características e vivências.
Palavras-chave Educação Pré-Escolar; Creches; Jardins de Infância; Infantário; Centros Escolares
Índice
  • Agradecimentos
  • Resumo – Abstract
  • Abreviaturas e Símbolos
  • Índice de Quadros
  • Introdução
  • Parte I- O Bairro da Cova da Moura
  • Capítulo 1- Enquadramento Histórico e Urbano
  • Capítulo 2- Caracterização Sócio-Económica
  • Parte II- Creche e Jardim de Infância
  • Capítulo 3- Evolução Histórica da Creche e Jardins de Infância como Tipologia Arquitectónica
  • Capítulo 4- Estudo de Casos
  • Capítulo 5- Considerações sobre Arquitectura da Creche e Jardins de Infância
  • Parte III- Projecto de Arquitectura
  • Capítulo 6- Justificação do Equipamento para o Bairro da Cova da Moura
  • Capítulo 7- Apresentação do Modelo Conceptual do Equipamento Proposto
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Apêndice
Nº de Páginas 102
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas
Âmbito Projecto

Pátios no Montijo: Um contributo para uma comunidade mais integrada

Autor Nuno Miguel Ramos Pena
Titulo Pátios no Montijo: Um contributo para uma comunidade mais integrada
Orientador Professor Doutor Pedro Carlos Bobone Ressano Garcia
Co-orientador
Faculdade/Departamento  Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo  Este trabalho apresenta um levantamento das diversas tipologias de habitação colectiva existentes no Montijo. O enquadramento histórico é complementado com referências semelhantes em Portugal e no estrangeiro, com o intuito de explanar a mais valia do pátio. Os pátios apresentam uma solução humanista onde há coesão social. Trata-se da maneira tradicional de construir o tecido urbano, com continuidades de edifícios de baixa e médias altura, ruas e pracetas. No cenário actual de segregação social e promoção do individualismo, o pátio salvaguarda valores sociais e valoriza a identidade local.
Palavras-chave Industrialização; pátios; reabilitação urbana
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Habitação operária do século XIX no contexto europeu e norte americano
  • Capítulo 2 – Montijo e a Habitação operária
  • Capítulo 3 – Os pátios
  • Capítulo 4 – Habitação social no Montijo
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Anexos
Nº de Páginas 141
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 1
Âmbito Urbanismo

Largo do Intendente em Lisboa

Autor Catarina Ferreira Nunes Farmhouse Alberto
Titulo Largo do Intendente em Lisboa
Orientador Professora Doutora Patrícia Alexandra Dias Santos Pedrosa
Co-orientador
Faculdade/Departamento Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2015
Resumo A presente investigação sobre o Largo do Intendente pretende em primeiro lugar reunir toda a informação existente sobre a historia e vida daquele espaço e em segundo avaliar no âmbito das politicas de desenvolvimento urbano e da identidade colectiva na construção da memória, abordando questões como quem são os actores e instituições envolvidas na reabilitação do espaço.
Palavras-chave Arquitectura; Espaço público; Apropriação; Vida urbana; Lisboa – Largo do Intendente
Índice
  • Introdução
  • 1 – Enquadramento histórico
  • 2 – A reabilitação
  • 3 – Conclusão
  • Apêndices
Nº de Páginas 109
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 7
Âmbito Investigação

Da cor: Breve viagem da óptica, às artes visuais até à cidade e seus espaços naturais e edificados

Autor Miguel Múrias dos Santos Aires Barros
Titulo Da cor: Breve viagem da óptica, às artes visuais até à cidade e seus espaços naturais e edificados
Orientador Professor Doutor Carlos Alberto de Assunção Alho
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Gestão Arquitectónica e do Ambiente Urbano
Data 2008
Resumo O objectivo deste trabalho é uma aferição do aspecto da cor nas suas vertentes simultaneamente racionais, empíricas e práticas no sentido da sua semiologia e semiótica.
Palavras-chave Cor
Índice
  • 1 – Introdução
  • 2 – A ideia de cor
  • 3 – Analise cientifica da cor
  • 4 – Atlas de cor e sólidos de cor
  • 5 – A tipologia da cor
  • 6 – Os pigmentos
  • 7- Conclusão
  • 8 – Bibliografia
  • Índice de figuras
Nº de Páginas 140
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas
Âmbito Investigação

Desenvolvimento urbano sustentável

Autor Juliana Martins Lessa
Titulo Desenvolvimento urbano sustentável
Orientador Professor Doutor Francisco António Ribeiro da Costa
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura, Urbanismo, Geografia e Artes Plásticas
Obtenção de Grau Mestre em Gestão Arquitectónica e do Ambiente Urbano
Data 2006
Resumo A referente dissertação busca o estudo de uma nova perspectiva do desenvolvimento urbano sustentável através da analise de indicadores, bem como a indicação de princípios e directrizes de sustentabilidade para a cidade de Maceió.
Palavras-chave Meio ambiente; Consciência ambiental; cidade; desenvolvimento sustentável; indicadores
Índice
  • 1 – Considerações iniciais
  • 2 – Definição de sustentabilidade e bases teóricas
  • 3 – Desenvolvimento urbano sustentável
  • 4 – Estudo de caso: Maceió
  • 5 – Identificação das potencialidades e directrizes para o desenvolvimento através da analise de indicadores de sustentabilidade
  • 6 – Conclusões
  • Referencias bibliográficas
  • Anexos
Nº de Páginas 146
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 38
Âmbito Urbanismo

Centro histórico de Ourém

Autor Ângelo Miguel Barata Pires
Titulo Centro histórico de Ourém
Orientador Professor Doutor Carlos Alberto de Assunção Alho
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura, Urbanismo, Geografia e Artes Plásticas
Obtenção de Grau Mestre em Conservação, Restauro e Revivificação de Monumentos e Sítios
Data 2008
Resumo Este trabalho de dissertação vai abordar medidas concretas que iriam ajudar a dinamizar o Burgo Medieval de Ourém e a sua envolvente, mas que poderão servir de exemplo para situações idênticas. As intervenções em edifícios degradados são as principais acções a propor, de onde se destaca o projecto de restauro do Paço do Conde de Ourém, património nacional.
Palavras-chave Centro histórico; Restauro; Reabilitação; Urbanismo
Índice
  • Introdução
  • Parte I
  • Capítulo 1 – Teoria e história da conservação e restauro do património
  • Capítulo 2 – Estratégias de desenvolvimento
  • Parte II
  • Capítulo 3 – Estratégias de intervenção para desenvolvimento de centros históricos
  • Capítulo 4 – Caracterização do concelho de Ourém
  • Parte III
  • Estudo de caso: Centro Histórico de Ourém
  • Capítulo 5 – Enquadramento Histórico
  • Capítulo 6 – Caracterização urbana e arquitectónica
  • Capítulo 7 – Estratégias de Intervenção no centro histórico de Ourém – Proposta para reabilitação, conservação e valorização do Paço de Ourém
  • Capítulo 8 – Conclusões
  • Referencias bibliográficas
  • Apêndices
Nº de Páginas 355
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 60
Âmbito Reabilitação

Conservação de Monumentos e sítios através de função para turismo cultural

Autor Joaquim Francisco Trigueiro Miranda
Titulo Conservação de Monumentos e sítios através de função para turismo cultural
Orientador Professor Doutor Carlos Alberto de Assunção Alho
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura, Urbanismo, Geografia e Artes Plásticas
Obtenção de Grau Mestre em Conservação, Restauro e Revivificação de Monumentos e Sítios
Data 2006
Resumo O presente trabalho tem por objectivo defender a tese determinando-se que, uma das soluções para a conservação do Património passa pela sua sustentabilidade económica de acordo com nova função atribuída ao monumento.
Palavras-chave Turismo cultural; Património; Restauração
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Turismo e Património
  • Capítulo 2 – Convento de Santos-o-Novo
  • Capítulo 3 – Estudo histórico
  • Capítulo 4 – Estado da arte
  • Capítulo  5 – Identidade
  • Capítulo 6 – Arquitectura
  • Capítulo 7 – Urbanismo
  • Capítulo 8 – Perspectivas
Nº de Páginas 244
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Reabilitação

Muxarabis e Rótulas na Arquitectura colonial portuguesa

Autor Pedro Luis Rodrigues dos Santos
Titulo Muxarabis e Rótulas na Arquitectura colonial portuguesa
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2014
Resumo A presente dissertação tem como principal objectivo valorizar e contribuir para o conhecimento de um elemento de protecção, ensombramento e de ventilação dos vãos, podendo também funcionar como um elemento estético da Arquitectura: os muxarabis e as rótulas.
Palavras-chave Arquitectura árabe; Arquitectura colonial; Ventilação; Muxarabis; Rótulas
Índice
  • Introdução
  • 1 – Muxarabis e rótulas
  • 2 – Influencias na Arquitectura portuguesa
  • 3 – Caso de estudo
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Anexos
  • Apêndices
Nº de Páginas 113
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 28
Âmbito Investigação

Residências assistidas para idosos

Autor Alcindo Murta Vilela
Titulo Residências assistidas para idosos
Orientador Professor Doutor André Ricardo de Brito Caiado
Co-orientador Professor Arquitecto António Louro
Faculdade/Departamento Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2012
Resumo A dissertação assenta na criação de espaços distintos e interligados proporcionando esquemas de vivência autónomos e diferenciados, bem como diversas tipologias, sendo estas organizadas de forma a que a sua funcionalidade esteja associada a privacidade, de modo a garantir a qualidade de vida dos utentes.
Palavras-chave Residências Assistidas; Idosos; Envelhecimento; Equipamento Contemporâneo
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Enquadramento temático e histórico
  • Capítulo 2 – Estado da arte / Casos de estudo
  • Capítulo 3 – Proposta para residências assistidas no Campo Pequeno, Lisboa
  • Capítulo 4 – Recomendações / Síntese
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Índice remissivo
  • Apêndices
Nº de Páginas 96
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 30
Âmbito Projecto

Transfigurações do espaço público: Dinamismos e vivências

Autor Carla Leite Boaventura Capelo
Titulo Transfigurações do espaço público: Dinamismos e vivências
Orientador Professor Doutor Rui Barreiros Duarte
Co-orientador Professor Mestre Jayme Ferrer Carvalho
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo O estudo questiona o conceito de desenvolvimento urbano dos espaços públicos em termos sócio-espaciais no contexto das transfigurações urbanas: dinamismo e vivências, observando e criticando. Através dos métodos de investigação, poder-se-ão promover alternativas positivas na promoção da interactividade, envolvendo os diversos segmentos relacionados com a criação, a apropriação/uso, utilizando o efémero, com o intuito de potenciar as qualidades do espaço público, como representação de uso comum, posse colectiva, dinâmica e vivência.
Palavras-chave Tempo; Identidade; Acontecimentos; Transfigurações; Sacralização
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Tipologias Arquitectónicas
  • Capítulo 2 – Espaço Público
  • Capítulo 3 – Acontecimentos
  • Capítulo 4 – Representação cultural
  • Capítulo 5 – Conclusão
  • Bibliografia
  • Glossário
  • Anexos
Nº de Páginas 162
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 29
Âmbito Investigação

“District heating and cooling” com geotermia

Autor Carmo de Jesus Ferreira Branco
Titulo “District heating and cooling” com geotermia
Orientador Professor Doutor João Manuel Rodrigues de Brito Guterres
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo A presente tese apresenta como tema «”District heating and cooling” com Geotermia. Ensaio de aplicação numa aldeia do xisto – o caso de Janeiro de Cima”, tendo como objectivo divulgar o trabalho de revitalização das aldeias do xisto que tem vindo a acontecer desde 2002 e em simultâneo a apresentação de várias fontes de energia renováveis candidatas à implementação de rede de climatização na aldeia, optando pela mais conveniente enumerando as vantagens em prol da escolhida.
Palavras-chave Distric heating and cooling; Geotermia; Bombas de calor; Aldeias do xisto
Índice
  • Capítulo 1 – Introdução
  • Capítulo 2 – Do habitar numa aldeia da “mesa” portuguesa
  • Capítulo 3 – Caracterização de uma aldeia do xisto, o caso de Janeiro de Cima
  • Capítulo 4 – Consumos energéticos e o Ambiente
  • Capítulo 5 – Da energia geotérmica
  • Capítulo 6 – Do edifício de objecto de estudo de investigação num espaço de turismo rural (TER)
  • Capítulo 7 – Para uma proposta da rede de climatização para a aldeia
  • Capítulo 8 – Concepção do sistema a implantar no edifício como objecto estudo
  • Capítulo 9 – Rede generalizada da distribuição térmica para Janeiro de Cima – dimensionamento geral dos equipamentos
  • Capítulo 10 – Rede centralizada da distribuição térmica para Janeiro de Cima – Estimativas orçamentais
  • Capítulo 11 – Rede centralizada
  • Referências bibliográficas
  • Webgrafia
  • Glossário
  • Índice remissivo
  • Apêndices e Anexos
Nº de Páginas 148
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 122
Âmbito Sustentabilidade

Multimédia como concepção do espaço

Autor Rui Daniel  de Carvalho Ribeiro
Titulo Multimédia como concepção do espaço
Orientador Professor Doutor João Manuel Barbosa Meneses de Sequeira
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Esta é uma dissertação que procura compreender, de que modo é que o conceito multimédia influência a concepção do espaço arquitectónico, pois a presença deste na Arquitectura não deve assentar apenas numa “exposição de novas tecnologias”, ele tem de fazer parte do edifício e isso vai evidenciar-se no modo como se projecta o mesmo.
Palavras-chave Média; Multimédia; Arquitectura digital; Novas tecnologias; Concepção do espaço
Índice
  • Introdução
  • Parte I  – Enquadramento teórico; Multimédia e Arquitectura; Concepção do espaço
  • Parte II – Intervenção; Tecnologias Multimédia; Casos de estudo; Projecto
  • Parte III – Conclusão; Bibliografia especifica; Bibliografia Geral
Nº de Páginas 165
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 43
Âmbito Investigação

BIM – Building information modeling

Autor Ronaldo Filipe de Morais Pacheco
Titulo BIM – Building information modeling
Orientador Professor Doutor André Ricardo de Brito Caiado
Co-orientador
Faculdade/Departamento Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2013
Resumo Esta dissertação estuda o tempo gasto para finalizar o projecto de Arquitectura até a fase de estudo prévio, mas também o desenvolvimento de quantificações preliminares de forma a demonstrar a simplicidade e facilidade no uso deste método. As principais vantagens e desvantagens do “BIM” também foram estudadas, de modo a compreender melhor o método em questão.
Palavras-chave BIM; tempo; custos; redutor; projecto
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – O que é o “Building Information Modeling”?
  • Capítulo 2 – Estado da Arte do “Building Information Modeling”
  • Capítulo 3 – “BIM” como redutor de tempo e custos em projeto de Arquitectura?
  • Capítulo 4 – Apresentação de posição do Autor
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Glossário
  • Índice Remissivo
  • Apêndice I
  • Apêndice II
Nº de Páginas 85
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 12
Âmbito Investigação

Uma escola portátil com base no conceito de arquitectura de emergência

 

Autor Bruno Filipe Araújo Ribeiro
Titulo Uma escola portátil com base no conceito de arquitectura de emergência
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador Professor Doutor João Manuel Barbosa Meneses de Sequeira
Faculdade/Departamento Faculdade de Arquitectura, Geografia,  Urbanismo e Artes
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo A dissertação propõe explorar o conceito de Arquitectura de emergência e a suas implicações, de forma a responder com um exemplo pratico a um concurso internacional organizado pela Architeture for Humanity, 2009 Open Architecture Network Challenge – “re-imagine the classroom – Rural Classroom Addition (Uganda)”. Contudo, o projecto deverá poder ser implementado em qualquer situação que o exija, em qualquer parte do mundo, de modo a responder à pergunta de partida – “Como conceber uma escola portátil tendo como base o conceito de Arquitectura de emergência?”.
Palavras-chave Arquitectura de emergência; Escola; Arquitectura portátil; Concurso/competição; Arquitectura tropical
Índice

Volume I

Introdução

Capítulo 1 – Arquitectura de Emergência

Capítulo 2 – Arquitectura portátil

Capítulo 3 – Arquitectura tropical

Capítulo 4 – Conceito de escola

Capítulo 5 – A sala de aula

Conclusão

Bibliografia

 

Volume II – Apêndices

Nº de Páginas 96
Nº de Volumes 2
Local
Peças gráficas 8
Âmbito Concurso

 

Património Arquitectónico rural por terras dos mau-tempo – Estudo de caso: O monte do Pedrógão

Autor Pedro Miguel Brito Ramos
Titulo Património Arquitectónico rural por terras dos mau-tempo – Estudo de caso: O monte do Pedrógão
Orientador Professor Doutor Luís Filipe Pires da Conceição
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Nesta dissertação procura-se perceber como eram os montes alentejanos no século XX com referencias a obra de José Saramago, Levantado do Chão. Procurou-se compreender até que ponto coincide a realidade existente num caso de estudo, o Monte do Pedrogão, na sua organização arquitectónica e social, como o cenário romanceado.
Palavras-chave Arquitectura; Vernacular; Alentejo; Levantado do Chão
Índice
  • Resumo
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Levantado do Chão
  • Capítulo 2- Enquadramento físico e geográfico do Alentejo
  • Capítulo 3 – História do Alentejo
  • Capítulo 4 – Arquitectura típica Alentejana
  • Capítulo 5 – Património arquitectónico rural na Vila de Lavre
  • Capítulo 6 – Estudo de caso: O Monte Pedrógão
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Fontes orais

  • Notas
  • Índice remissivo
Nº de Páginas 126
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas
Âmbito Investigação

Da habitação Social: arquitectura, dimensão dos espaços e vivência actual

Autor Filipa Susana dos Santos Pinto
Titulo Da habitação Social: arquitectura, dimensão dos espaços e vivência actual
Orientador Professor Doutor João Manuel Rodrigues de Brito Guterres
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura e Artes
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo Pretende-se com este trabalho efectuar uma pesquisa de um novo quadro de funções de acordo com a emergência de novos tipos de vivências e no âmbito de arquitecturas do tipo Reflexivo. Pretendendo-se uma ampliação ás necessidades de pessoas com mobilidade condicionada.
Palavras-chave Arquitectura Reflexiva; Funções de Habitação; Acessibilidade/Mobilidade Condicionada
Índice
  • Resumo
  • Capítulo 1 – Conceitos
  • Capítulo 2 – Funções habitacionais
  • Capítulo 3 – Acessibilidade/mobilidade condicionada
  • Capítulo 4 – Dimensão dos espaços e necessidades actuais de vivencia
  • Capítulo 5 – Casos de Estudo
  • Capítulo 6 – Conclusão
  • Referências bibliográficas
  • Sites
  • Anexos
Nº de Páginas 263
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 13
Âmbito Acessibilidades

Processo de registo de patente de equipamento de protecção colectiva contra o risco de queda em altura na construção civil

Autor Paulo Jorge da Silva Barreira
Titulo Processo de registo de patente de equipamento de protecção colectiva contra o risco de queda em altura na construção civil
Orientador Professor Doutor André Ricardo de Brito Caiado
Co-orientador Professor Nuno Carrôlo
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo A presente dissertação, pretende ser uma ajuda para todos aqueles que desejam proteger os direitos – comerciais e industriais, de uma sua invenção. As informações aqui contidas explicam conceitos, terminologia utilizada e conduzem passo-a-passo, o inventor pelas diversas etapas e procedimentos para que possa, com sucesso, registar as suas invenções.
Palavras-chave Construção civil; Segurança e saúde do trabalho; Saúde e segurança ocupacionais; Quedas de altura; Equipamentos de protecção colectiva
Índice
  • Resumo
  • Capítulo 1 – Resenha histórica
  • Capítulo 2 – Estado de arte/Contextualização
  • Capítulo 3 – Levantamento de técnicas e soluções adoptadas por empresas
  • Capítulo 4 – Apresentação do sistema de protecção contra risco de queda em altura
  • Capítulo 5 – Vantagens na utilização do sistema de protecção contra risco de queda em altura
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Anexos
Nº de Páginas 47
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 101
Âmbito Investigação

A sustentabilidade da madeira colada e dos produtos derivados da madeira

Autor Maria Alice Ramos Pires Lobo
Titulo A sustentabilidade da madeira colada e dos produtos derivados da madeira
Orientador Professor Doutor André Ricardo de Brito Caiado
Co-orientador
Faculdade/Departamento Faculdade de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2008
Resumo Com este trabalho de investigação pretende-se obter mais alguma compreensão no âmbito das colas para madeira para a indústria da construção e aferir a sustentabilidade dos processos de produção e dos produtos de derivados, de grande importância para o desempenho da arquitectura a montante dessa indústria.
Palavras-chave Madeira; Colas; Sustentabilidade; Derivados de madeira
Índice
  • Resumo
  • 1 – Introdução
  • 2 – Objectivos
  • 3 – Metodologia
  • 4 – Resenha histórica
  • 5 – Composição química da madeira
  • 6 – Evolução da industria da madeira
  • 7 – Colas estruturais
  • 8 – Situação actual da indústria de colas para madeira
  • 9 – Situação prospectiva da industria
  • 10 – Investigação actual
  • 11 – Conclusões
  • Bibliografia
  • Anexos
Nº de Páginas 113
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 1
Âmbito Investigação

O esgrafito no território português nos séculos XVI e XVII: análise à luz da ciência da conservação e restauro

Autor Fernando José Salvador Gonçalves Mariano
Titulo O esgrafito no território português nos séculos XVI e XVII: análise à luz da ciência da conservação e restauro
Orientador Professor Doutor Carlos Alberto de Assunção Alho
Co-orientador
Faculdade/Departamento
Obtenção de Grau Mestre em Conservação, Restauro e Revivificação de Monumentos e Sítios
Data 2007
Resumo O presente trabalho avalia o desenvolvimento desta técnica num período específico a par de Espanha e Itália. Do ponto de vista da conservação e Restauro são mostradas diferentes intervenções executadas por empresas e conservadores “free-lancers” no pais e em Itália, havendo necessidade de estabelecer princípios adequados, respeitando os conceitos de conservação activa internacionalmente.
Palavras-chave Esgrafito; Grafitos; Conservação; Restauro
Índice
  • Capítulo I
    • 1 – Introdução
    • 2 – A tratadistica e a arte de esgrafitar ao longo dos tempos
    • 3 – Representaçoes artisticas da pré-história á republica sienense
    • 4 – Evolução formal da plástica e simbólica da antiguidade ao maneirismo
    • 5 – Renascença
    • 6 – O grotesco e o Retemperamento da cultura Maneirista
  • Capítulo II
    • 1 – Espanha
    • 2 – Os estados Unidos
    • 3 – Influencias Italianas na Europa Central e de Leste
    • 4 – Portugal – Sécs. XVI/XVII
  • Capítulo III
    • 1 – Os materiais
    • 2 – Mecanismos e agentes de alteração
    • 3 – Metodos de conservação e Restauro de Esgrafitos
    • 4 – Métodos de Análise Fisico-Quimica em argamassas históricas
  • Capítulo IV
    • 1 – Analise comparativa entre dois casos: Amieira do Tejo e Arronches
    • 2 – Estudo comparativo entre a experiência portuguesa e a Italiana
    • 3 – Conclusão
    • 4 – Glossário
    • 5 – Bibliografia
  • Anexos
Nº de Páginas 249
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 19
Âmbito Restauro

Gestão integrada de Zonas Costeiras em Ambiente Urbano – O porto de Lisboa

Autor Miguel Ângelo Rodrigues Fonseca
Titulo Gestão integrada de Zonas Costeiras em Ambiente Urbano – O porto de Lisboa
Orientador Professor Doutor Carlos Alberto de Assunção Alho
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura, Urbanismo, Geografia e Artes Plásticas
Obtenção de Grau Mestre em Gestão Arquitectónica e do Ambiente Urbano
Data 2008
Resumo A presente dissertação tem como objectivo, analisar a assimilação de conceito de Gestão Integrada de Orlas Costeiras, como dinamizador de uma Visão de território continuo, no contexto da integração territorial e urbana das infra-estruturas portuárias.
Palavras-chave Frente ribeirinha; Porto de Lisboa; Reconversão urbana; Gestão de território
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 2 – A gestão integrada das zonas costeiras
  • Capítulo 3 – Zonas costeiras e infra-estruturas portuárias; Reconversão de infra-estruturas portuárias
  • Capítulo 5 – O sector marítimo-portuário nacional e a gestão integrada
  • Capítulo 6 – Caso de Estudo; Recomendações e Conclusões
  • Bibliografia
  • Índice de imagens
  • Índice e tabelas
  • Anexos
Nº de Páginas 141
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas 20
Âmbito Investigação

Antigo Convento de S. Francisco da Cidade – Subsídios para uma proposta integrada de revitalização

Autor Susana Paula Olivença Silva Cunha
Titulo Antigo Convento de S. Francisco da Cidade – Subsídios para uma proposta integrada de revitalização
Orientador Professor Doutor José António Amaral Trindade Chagas
Co-orientador Doutor Arquiteto Carlos Alho (F.A.-U.T.L.)
Faculdade/Departamento
Obtenção de Grau Mestre em Conservação, Restauro e Revivificação de Monumentos e Sítios
Data 2007
Resumo O presente trabalho tem como objectivo uma proposta de intervenção e revitalização, na base de um conjunto de princípios de concepção e desenvolvimento relacionadas com a conservação do património histórico potencialmente adequadas.
Palavras-chave Conservação; Restauro; Reabilitação; Reconversão; Revitalização; Património histórico.
Índice
  • Resumo
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Análise Histórico-Arquitectónica da Ordem Franciscana em Portugal
  • Capítulo 2 – Análise Arquitectónica do Convento de S. Francisco da Cidade
  • Capítulo 3 – Estado de conservação
  • Capítulo 4 – Proposta de intervenção e Revitalização
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Anexos 1
  • Anexos 2
Nº de Páginas 246
Nº de Volumes 3
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas 2 volumes
Âmbito Reabilitação

Alterações energéticas/térmicas para edifícios residenciais existentes

Autor Bruno Alexandre Rodrigues Alves
Titulo Alterações energéticas/térmicas para edifícios residenciais existentes
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo A elaboração desta tese procura demonstrar que reabilitação energética constitui uma das vertentes com maior interesse entre o conjunto de medidas de reabilitação de edifícios. O conhecimento tão exaustivo quanto possível das medidas de reabilitação energética e dos seus condicionalismos técnicos e funcionais constituem elementos relevantes para que se possam tomar as opções mais corretas e melhor fundamentadas.
Palavras-chave Reabilitação; Energia; Térmica; Factores Socioeconómicos
Índice
  • Capítulo 1 – Introdução
  • Capítulo 2 – Paradigma de reabilitação energética em edifícios residenciais
  • Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 56
Nº de Volumes
Local
Peças gráficas
Âmbito Reabilitação

A arquitectura bioclimática e a sua sustentabilidade

Autor Manuel José da Silva Francisco
Titulo A arquitectura bioclimática e a sua sustentabilidade
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo Nestas páginas, apresentam-se os princípios fundamentais dos conceitos bioclimáticos para a sua aplicação nos edifícios, na perspectiva da sua adequação ás condições climáticas em Portugal que se vão caracterizar. Numa segunda parte são apresentados os princípios de funcionamento dos denominados sistemas solares passivos com exemplos da sua aplicação em Portugal.
Palavras-chave Conforto térmico; Sustentabilidade; Arquitectura bioclimática; Arquitectura solar passiva
Índice
  • Capítulo 1 – Introdução e objectivos
  • Capítulo 4 – Conforto térmico e clima
  • Capítulo 5 – Caracterização das estratégias bioclimáticas
  • Capítulo 6 – Selecção e integração das estratégias
  • Capítulo 7 – Estudo de caso 1
  • Capítulo 8 – Estudo de caso 2
  • Capítulo 9 – Estudo de caso 3
  • Capítulo 10 – Estudo de caso 4
  • Capítulo 11 – Bibliografia
  • Capítulo 12 – O Site
  • Capítulo 13 – Índice de fotografia/imagem
  • Capítulo 14 – Definições
  • Capítulo 15 – Glossário
Nº de Páginas 108
Nº de Volumes 4
Local
Peças gráficas
Âmbito Sustentabilidade

Identidade do lugar

Autor Marta Isabel Palma Sobral
Titulo Identidade do lugar
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitetura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo A presente dissertação explora o conceito de identidade de um lugar. A cidade em si, reconhece-se como real e representativa onde socialmente é vivida e (re)construída num espaço, tendo o tempo como o seu principal impulsionador. É no espaço histórico desta cidade [Alcácer do Sal], sobretudo a frente ribeirinha, que essas valências se acentuam, pelas mais diversas características.
Palavras-chave Identidade; Território; Património; Diferença; Autêntico; Arquitectura
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Identidade
  • Capítulo 2 – Território
  • Capítulo 3 – Património Intangível
  • Capítulo 4 – Património Tangível
  • Conclusão
  • Bibliografia
Nº de Páginas 159
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 5
Âmbito Investigação

Um legado industrial para o futuro da cidade

Autor Ana Filipa Martins Pacheco
Titulo Um legado industrial para o futuro da cidade
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador
Faculdade/Departamento Faculdade de Arquitectura, Geografia,  Urbanismo e Artes
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2009
Resumo A presente tese dissertação centra-se no estudo e análise de áreas industriais desactivadas que remanescem na malha urbana da cidade de Lisboa. É intuito desta análise perceber o contexto histórico que enquadra esta zona no complexo urbano e, simultaneamente, compreender de que forma uma intervenção arquitectónica pode não só, garantir e preservar as memórias colectivas presentes no local mas, igualmente, reintroduzir esta unidade industrial no contexto social e urbano da cidade.
Palavras-chave Áreas industriais; Degradação, Renovação; Contexto Urbano; Integração urbana
Índice
  • Introdução
  • 1 – A evolução de Alcântara
  • 2 – Companhia de fiação e tecidos Lisbonense
  • 3 – Enquadramento teórico da intervenção na LX Factory
  • 4 – Intervenção na LX Factory
  • 5 – Conclusão
  • Bibliografia
  • Apêndice
  • Anexo
Nº de Páginas 174
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 34
Âmbito Reabilitação

Lisboa e os desafios do século XXI – Cais do Sodré: uma reflexão em torno da cidade nocturna

Autor Tiago Manuel Fernandes Saraiva
Titulo Lisboa e os desafios do século XXI – Cais do Sodré: uma reflexão em torno da cidade nocturna
Orientador Professor Doutor Carlos Vieira de Faria
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2014
Resumo Pretende-se neste trabalho perceber qual o rumo e orientação da cidade [Lisboa] na sua dimensão nocturna, mas também compreender o modo como ela se irá regenerar, face aos novos desafios económicos e sociais.
Palavras-chave Industrialização; Cidade fragmentada; Cidade nocturna; Turismo urbano; Cais do Sodré
Índice
Nº de Páginas
Nº de Volumes
Local
Peças gráficas
Âmbito

O decreto – Lei 163/06, de 08 de Agosto, e os reflexos na sustentabilidade da Arquitectura

Autor Andreia Carina Almeida Santos
Titulo O decreto – Lei 163/06, de 08 de Agosto, e os reflexos na sustentabilidade da Arquitectura
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Faculdade de Arquitectura, Urbanismo, Geografia e Artes
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo A presente dissertação de mestrado tem como principais objectivos perceber as implicações da regulamentação nacional de acessibilidades na sustentabilidade da arquitectura portuguesa. Pretende-se, com isto, perceber quais as falhas do regulamento a nível de dimensionamento e custos das habitações nacionais, e também entender de que forma este documento condiciona o ato de projectar de um arquitecto.
Palavras-chave Acessibilidades; Sustentabilidade; Sobre dimensionamento
Índice
  • Introdução
  • Capítulo 1 – Acessibilidades
  • Capítulo 2 – Habitação acessível
  • Capítulo 3 – Beneficiários da acessibilidade
  • Capítulo 4 – Parque habitacional
  • Capítulo 5 – Enquadramento legal do decreto – lei 163/06, de 08 de Agosto
  • Capítulo 6 – Comparação da legislação nacional com a dos Estados Unidos
  • Capítulo 7 – Arquitectura e sustentabilidade
  • Capítulo 8 – Estudo de caso: Centro social e paroquial Moita de Ferreiros
  • Conclusão
  • Bibliografia
  • Índice remissivo
Nº de Páginas 108
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas
Âmbito Acessibilidade

Análise das igrejas posteriores ao Concílio Vaticano II

Autor Ana Maria Madeira de Oliveira
Titulo Análise das igrejas posteriores ao Concílio Vaticano II
Orientador Professor Doutor Luís Filipe Pires da Conceição
Co-orientador Professor Arquitecto Carlos Perry
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo O presente trabalho pretende analisar a evolução das igrejas, nomeadamente, como tem vindo a ser feita a abordagem da construção das mesmas, o estilo utilizado, a decoração, os materiais, a distribuição do espaço, e, como não poderia deixar de ser, o modo como se inserem na malha urbana existente.
Palavras-chave Igreja; Edifícios religiosos; Arquitectura sagrada; Concílio Vaticano II
Índice

Introdução

Capítulo 1 – Arquitectura Sagrada

Capítulo 2 – Influencias do Concílio Vaticano II

Capítulo 3 – Sinais de um concílio

Capítulo 4 – Analise das igrejas em estudo

Capítulo 5 – Conclusão

Bibliografia

Apêndices

Anexos

Nº de Páginas 120
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 32
Âmbito

Novos destinos para edifícios industriais – Reconversão dos Armazéns de Vinho Abel Pereira da Fonseca, Museu do Vinho

Autor Bruno Manuel da Costa Madeira
Titulo Novos destinos para edifícios industriais – Reconversão dos Armazéns de Vinho Abel Pereira da Fonseca, Museu do Vinho
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador
Faculdade/Departamento Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2014
Resumo Este trabalho de investigação, começa por abordar numa primeira parte um estudo sobre o valor do património arquitectónico industrial, enquanto testemunhos de historia, cultura e de qualidade arquitectónica. Numa segunda parte do trabalho, dedicada ao caso de estudo dos armazéns de vinho Abel Pereira da Fonseca, no Poço Bispo, é feita a sua caracterização e apresentado o enquadramento histórico do conjunto dos armazéns. Posteriormente é apresentado o desenvolvimento da proposta de intervenção de reabilitação do conjunto dos armazéns.
Palavras-chave Arquitectura industrial; Reabilitação; Reconversão; Novos usos
Índice

Introdução

Capitulo 1 – Património arquitectónico industrial

Capitulo 2 – Estudo de Casos

Capitulo 3 – Caso de estudo – Armazéns de vinho Abel Pereira da Fonseca

Capitulo 4 – Proposta de intervenção

Conclusão

Referências Bibliográficas

Anexos

Nº de Páginas 152
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 42
Âmbito Reabilitação

O pátio de Lisboa – Micro territórios urbanos em Alfama

Autor Cristina Isabel Simões Lérias
Titulo O pátio de Lisboa – Micro territórios urbanos em Alfama
Orientador Professora Doutora Margarida Helena de La Féria Valla
Co-orientador
Faculdade/Departamento Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2014
Resumo Esta investigação apresenta o estudo do pátio tradicional de Lisboa, com especial enfoque para os localizados em Alfama. Trata-se de uma tipologia que faz parte da cidade desde a sua génese até aos dias de hoje, que por vezes é desvalorizada, mas que que traz consigo saberes e tradições dos povos que passaram pela cidade, onde as raízes mediterrânicas ainda são presentes no seu urbanismo, apropriação e vivência dos espaços.
Palavras-chave Pátio; Mediterrâneo; Lisboa; Micro territórios; Alfama
Índice

Introdução

Capítulo 1 – Pátio Mediterrânico

Capítulo 2 – O pátio de Lisboa

Capítulo 3 – O pátio de Alfama

Conclusão

Bibliografia

Anexos

Nº de Páginas 109
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 7
Âmbito Urbanismo

Paisagem urbana ribeirinha – Estudo da Praça do Comércio através do olhar fotográfico

Autor Marta Filipa de Matos Dias
Titulo Paisagem urbana ribeirinha – Estudo da Praça do Comércio através do olhar fotográfico
Orientador Professora Doutora Maria João Pereira de Matos
Co-orientador
Faculdade/Departamento Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2014
Resumo O presente trabalho tem como ponto de partida a paisagem. Depois, centra-se na fotografia, nos fotógrafos e na evolução que cada um destes retrata relativamente ao caso de estudo, contrapondo a representação da fotografia com registos escritos, nomeadamente jornalísticos. Procura-se ainda questionar a representação fotográfica da paisagem da Praça do Comércio.
Palavras-chave Paisagem urbana; Paisagem ribeirinha; Fotografia; Rio Tejo; Praça do Comércio
Índice

Introdução

1 – Estado da arte

2 – Paisagem

3 – Fotografia

4 – Lisboa e a Praça do Comércio

5 – Conclusão

6 – Bibliografia

7 – Anexos

Nº de Páginas 72
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas
Âmbito Urbanismo

Luz natural na concepção arquitectónica e projecto

Autor Filipe Ricardo Lopes Brito
Titulo Luz natural na concepção arquitectónica e projecto
Orientador Professor Doutor João Manuel Barbosa Meneses de Sequeira
Co-orientador
Faculdade/Departamento Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2013
Resumo Após compreender as diversas valências do usufruto da luz natural, bem como as suas características, será feita uma analise pratica através de modelos de estudo, com registo de algumas variantes experimentais. As variações incidem sobre a tipologia de vãos e materiais, a fim de observar as diferentes atmosferas criadas por cada um.
Palavras-chave Luz Natural; Iluminação; Materialidade; Concepção; Forma
Índice

Introdução

Parte 1 – Enquadramento teórico

Parte 2 – Intervenção experimental

Parte 3 – Conclusão

Bibliografia especifica

Bibliografia geral

Apêndice

Anexos

Nº de Páginas 93
Nº de Volumes 1
Local
Peças gráficas 6
Âmbito Iluminação

 

Hospital “3 de Agosto”: Identidade – Reabilitação – Ecomuseu

Autor Naldo Ivanilson Soares Monteiro
Titulo Hospital “3 de Agosto”: Identidade – Reabilitação – Ecomuseu
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador
Faculdade/Departamento Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2012
Resumo Pretende-se com este trabalho, efectuar intervenção integral, salvaguardar a identidade patrimonial, valorizar a memória histórica, enquanto hospital militar e pô-lo potenciador do crescimento da cidade, através da reabilitação e, sobretudo a necessidade de, pô-lo de novo a funcionar ao serviço da sociedade. Visto a incompatibilidade da função hospital … a intervenção visa, transformá-lo num ecomuseu.
Palavras-chave Identidade; Reabilitação; Ecomuseu; Património; Intervenção contemporânea; Conjunto
Índice

Introdução

Capítulo 1 – Identidade

Capítulo 2 – Reabilitação

Capítulo 3 – Proposta Ecomuseu

Conclusão

Bibliografia

Anexos

Nº de Páginas 92
Nº de Volumes 2
Local Bissau, Guiné-Bissau
Peças gráficas 6
Âmbito Reabilitação

A rua no meio urbano – a questão da sustentabilidade

 

Autor Joana Delaere dos Santos Amaral Alves
Titulo A rua no meio urbano – a questão da sustentabilidade
Orientador Professor Doutor João Manuel Rodrigues de Brito Guterres
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2011
Resumo Este trabalho pretende entender como as ruas podem voltar a pertencer ás pessoas em detrimento do automóvel, estudam-se as transformações que podem ser efetuadas tendo em conta as iniciativas de “traffic Calming”, criando espaços sustentáveis do ponto de vista económico, social e funcional.
Palavras-chave Rua; Urbano; Espaço público; Sociabilidade; Sustentável
Índice

Introdução

Capítulo 1 – A Rua

Capítulo 2 – Desenvolvimento Sustentável

Capítulo 3 – Acalmar o tráfego automóvel – “Traffic Calming”

Capítulo 4 – Oeiras

Conclusão Final

Bibliografia

Apêndices

Nº de Páginas 83
Nº de Volumes 1
Local Santo Amaro de Oeiras, Oeiras, Portugal
Peças gráficas 19
Âmbito Urbanismo

 

A comunicação na arquitectura: Diálogo arquitecto-cliente

Autor Célia Sofia de Almeida Maia
Titulo A comunicação na arquitectura: Diálogo arquitecto-cliente
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Apenas reflectindo sobre uma pequena parte do mundo arquitectónico tão abrangente, o objectivo desta investigação é evidenciar a importância que a comunicação tem na arquitectura. A arquitectura não é apenas mera representação técnica, e o contacto com o cliente e o modo como é realizado pode mostrar-se crucial para uma boa e adequada solução arquitectónica. Através de exemplos práticos e da contextualização da situação actual, o pretendido é alertar o arquitecto para o seu verdadeiro papel.
Palavras-chave Comunicação; Cliente; Papel do arquitecto; Ciências sociais; Diálogo; Arquitecto; Moradias unifamiliares de 1ª residência
Índice

Introdução

Capítulo 2 – Objectivos

Capítulo 3 – Metodologia

Capítulo 4 – Desenvolvimento

Capítulo 5 – Conclusões

Capítulo 6 – Bibliografia

Anexos

Nº de Páginas 90
Nº de Volumes 1
Local Área metropolitana de Lisboa, Portugal
Peças gráficas 111
Âmbito Comunicação

A praça em Lisboa

Autor Cátia Sofia França do Carmo Marques
Titulo A praça em Lisboa
Orientador Professor Doutor Luís Filipe Pires da Conceição
Co-orientador
Faculdade/Departamento Faculdade de Arquitectura, Urbanismo, Geografia e Artes
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Neste trabalho apresenta-se um estudo sobre os diversos conceitos e formas de praça ao longo do tempo, desde a antiguidade clássica à actualidade e uma definição tipológica das praças da cidade de Lisboa. Permite-se deste modo um conhecimento e entendimento da cidade de Lisboa através dos seus espaços públicos por excelência, as praças.
Palavras-chave Praça; Cidade; Génese da forma; Tipologia
Índice

Introdução;

Capítulo 1 – A praça

Capítulo 2 – Praças de Lisboa

Capítulo 3 – Casos modelares/Referência

Conclusões

Bibliografia

Índice remissivo

Nº de Páginas 123
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Urbanismo

Optimização da iluminação natural em edifícios de escritórios

Autor António Miguel Loureiro Rodrigues
Titulo Optimização da iluminação natural em edifícios de escritórios
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Este estudo procura chegar a uma proposta de melhoria da utilização da iluminação natural, reduzindo o uso da iluminação artificial, sem desprezar o conforto visual e reduzindo assim os consumos energéticos dos edifícios. Para tal, são apresentados os conceitos de conforto visual, assim como instrumentos utilizados para analise do caso de estudo: diagrama morfológico, cartas solares e simulação computacional através do software Dialux.
Palavras-chave Iluminação natural; Conforto luminoso; Simulação informática; Sustentabilidade
Índice

Introdução

Capítulo 1 – A Luz

Capítulo 2 – Fontes de luz

Capítulo 3 – Factores luminotécnicos

Capítulo 4 – A visão

Capítulo 5 – Iluminação Natural

Capítulo 6 – Aplicação prática

Capítulo 7 – Conclusão

Nº de Páginas 108
Nº de Volumes 1
Local Lagoas Park, Oeiras, Portugal
Peças gráficas 49
Âmbito Iluminação

Casa da Música do Porto: Arquitectura Icónica e Urbanismo

Autor Manuel Pimentel Carvalho Guerra
Titulo Casa da Música do Porto: Arquitectura Icónica e Urbanismo
Orientador Professor Doutor José Diogo da Silva Mateus
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Escola De Comunicação, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2012
Resumo A partir do conceito de arquitectura icónica enquanto sinónimo de espectáculo, inovação, a investigação incide sobre a integração da Casa da Música num contexto urbano, as principais alterações que gerou e o impacto na cidade do Porto a nível nacional e internacional.
Palavras-chave Arquitectura Icónica; Casa da Música do Porto; Ícones
Índice

Introdução

Capítulo 1 – Arquitectura icónica e o espaço urbano

Capítulo 2 – Casa da Música do Porto e a Cidade do Porto

Capítulo 3 – Conceitos da Casa da Música: Lições e referências de futuro/contributo

Conclusão

Resumo reflexivo

Nº de Páginas 86
Nº de Volumes 1
Local Porto, Portugal
Peças gráficas 3
Âmbito Investigação

Arquitectura Móvel Origem, Evolução e Futuro dos Nómadas

Autor Inês Jovita Serrano Borralho Cantigas
Titulo Arquitectura Móvel Origem, Evolução e Futuro dos Nómadas
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Escola de Comunicação, Arquitectura , Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2013
Resumo Neste trabalho analisa um campo especifico da arquitectura móvel, e uma nova forma de entender a arquitectura, focalizada na mobilidade.. Justifica a necessidade de mudanças nas relações entre habitantes,arquitectos, entidades públicas, tecnologias da habitação, construção……Esta arquitectura desenvolve se num contexto industrial e técnico mas tende a abandonar esta característica, em prol de uma absorção intrínseca ao sedentarismo, procurando dar expressão física à nova dinâmica urbana de movimentos.
Palavras-chave Arquitectura móvel; Nomadismo; Mobilidade; Tecnologia
Índice

Introdução

Capitulo 1 – Nómadas, sedentários – outra mobilidade

Capitulo 2 – A tradição pré-histórica dos edificios móveis

Capitulo 3 – Arquitectura e Mobilidade

Capitulo 4 – Enquadramento territorial

Capitulo 5 – Arquitectura móvel

Capitulo 6 – Estruturas móveis – a construção física da arquitectura móvel

Capitulo 7 – Contribuição da arquitectura móvel

Capitulo 8 – Arquitectura móvel – Casos de estudo em Portugal

Nº de Páginas 99
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Investigação

Reabilitação e ampliação do centro educativo Padre António de Oliveira

Autor Tiago Costa e Silva de Sá Borges
Titulo Reabilitação e ampliação do centro educativo Padre António de Oliveira
Orientador Professor Doutor João Manuel Barbosa Meneses de Sequeira
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de Arquitectura. Escola de Comunicação, Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2013
Resumo O Trabalho Final de Mestrado tem como objecto de estudo Centro Educativo Padre António de Oliveira (CEPAO) e consite na elaboração de um projecto de reabilitação e ampliação das actuais instalações. Com o avançar dos tempos, foi-se verificando uma mudança na mentalidade da sociedade em relação ao modo como eram punidos os prevaricadores da lei. Se no século XVII esta punição tinha a forma de violentos e agressivos castigos físicos, com a entarda do século seguinte este comportamento foi-se alterando. Fruto de alterações profundas na sociedade, nos órgãos de soberania e no conhecimento, as punições físicas foram sendo cada vez mais substituídas por castigos que visavam a reformação do condenado. A par destas alterações, as condições necessárias a esta reabilitação foram crescendo e tornaram-se cada vez mais específicas e complexas. Uma vez que as origens do CEPAO remontam a finais do século XIX, e que as instalações actuais existem desde os anos 50 do século XX, a necessidade de remodelação e modernização desta estrutura torna-se impreterível. Desta forma, é imprecindível a adequabilidade da proposta ao tipo de função a que se destina, ao mesmo tempo que é reorganizado o modo como está disposto actualmente o Centro Educativo em questão, conferindo-lhe a coesão e a eficácia de que padece actualmente.
Palavras-chave Arquitectura prisional; Reabilitação; Ampliação; Unificação; Centro Educativo
Índice
  • Introdução p.11
  • Capítulo 1- Localização p.12
  • Capítulo 2- Programa p.14
  • Capítulo 3- Casos de Estudos p.45
  • Capítulo 4- Reabilitação e Ampliação do centro educativo Padre António de Oliveira p.53
  • Conclusão p.76
  • Bibliografia p.78
  • Anexos p.80
Nº de Páginas 106
Nº de Volumes 1
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas
Âmbito Arquitectura

Praça Pública, Proposta para o Largo de São João no centro histórico de Alcochete

Autor Bruno Miguel Abrantes Queimado Rosa
Titulo Praça Pública, Proposta para o Largo de São João no centro histórico de Alcochete
Orientador Professor Doutor Vasco Maria Tavela De Sousa Santos Pinheiro
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de Arquitectura. Faculdade de Arquitectura, Urbanismo, Geografia e Arte.
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo A praça pública é um elemento fundamental no desenho urbano, que esteve sempre presente desde a origem das cidades até aos tempos actuais.Pensar na praça no contexto do centro histórico tem interesse particular uma vez que torna desafiante no contexto dos paradigmas actuais. Pensando neste temas, propõe-se uma intervenção de requalificação de um espaço em concreto no seu centro histórico – o largo de São João em Alcochete, propondo uma praça, que história e o contexto actual pede que seja pública. A proposta realizada teve como base uma análise de vários parâmetros, respeitando a identidade local e a paisagem urbana, traduzido-se uma proposta que dignifica aquilo que ao longo dos tempos se tornou no espaço público de excelência em Alcochete.
Palavras-chave Alcochete; Centro histórico; Identidade; Praça Pública; Requalificação Urbana
Índice
  • Volume I
  • Introdução p.15
  • Capítulo 1 – Enquadramento teórico p.19
  • Capítulo 2 – Análise da zona de intervenção – O largo de S. João em Alcochete p.41
  • Capítulo 3 – Casos de estudo e análise comparativa com o objecto de estudo p.81
  • Capítulo 4 – Proposta para o largo de S. João: A praça de S. João p.88
  • Conclusão p.111
  • Bibliografia p.114
  • Volume II
  • Introdução p.7
  • Capítulo 1 – Fichas de Caracterização do espaço público p.8
  • Capítulo 2 – Fichas de caracterização do edificado p.26
Nº de Páginas Vol.I 160;  Vol.III 68;  Vol.III 20
Nº de Volumes 3
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas Vol.II 14
Âmbito Arquitectura

Sustentabilidade numa Exploração Vitinícola

Autor Fernando António de Sousa Abreu
Titulo Sustentabilidade numa Exploração Vitinícola
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Neste trabalho debruçámos sobre a viticultura, numa actividade agrícola ancestral e a sua evolução ao longo dos tempos. Analisamos os danos que os métodos de exploração intensiva causaram ao meio ambiente. Reflectimos que, hoje, o despertar da consciência para os problemas ambientais e para os riscos que eles representam, nos faz sentir responsáveis pela condição do nosso planeta e pensar na necessidade urgente de mudança. de construir um novo mundo baseado num novo paradigma, a sustentabilidade. Urge reencontrar o equilíbrio natural, a implementação de novos padrões e modelos baseados neste conceito e a arquitectura tem um papel importante a desempenhar neste contexto. Neste trabalho apresentamos uma proposta de instalação de uma unidade vitinícola sustentável, um modelo arquitectónico que permite estreitar a relação entre a arquitectura e o ambiente natural. Este projecto foi concebido a pensar no respeito pela identidade local, na utilização de tecnologias e métodos não poluentes e na gestão adequada dos recursos naturais, focando os benefícios que daí advirão para o meio ambiente.
Palavras-chave Viticultura; Problemas ambientais; Mudança; Sustentabilidade: Arquitectura
Índice
  • Introdução p.1
  • Capitulo 1 – História da Videira e da Vinha p.6
  • Capitulo 2 – Histologia da Vinha p.13
  • Capitulo 3 – Instalação da Vinha p.20
  • Capitulo 4 – Nutrição e Fertilização do Vinho p.27
  • Capitulo 5 – Da Vindima ao fabrico do Vinho p.29
  • Capitulo 6 – O Despertar da Consciência Ecológica p.39
  • Capitulo 7 – Estudo de Caso p.29
  • Capitulo 8 – Instalação da Unidade Sustentável pag.46
  • Conclusão p.55
  • Bibliografia p.58
  • Glossário p.61
Nº de Páginas V.I 62, V.II 55
Nº de Volumes 2
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas V.II 55
Âmbito Arquitectura

Arquitectura Industrial, O Loft

Autor Vanessa Irina Machado Rodrigues
Titulo Arquitectura Industrial, O Loft
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitectura
Data 2010
Resumo Há necessidade, presente e premente de se dar à antiga fábrica de Malhas Simões em Benfica, uma nova identidade, quer quanto à parte física e arquitectónica, quer quanto à parte urbanística. Por isso, a remodelação dessa fábrica e suas estruturas, bem como, a inovação da aplicação de Lofts, constituem uma exigência das novas soluções que afluem, diariamente. para os novos valores arquitectónicos. Entendo que a vida moderna exige de todos nós uma constante agitação na luta pela sobrevivência. Existe também, o repouso, a diversão, o passatempo e o desporto, a fim de que todos sintam prazer de viver com “saúde e bem estar”.
Palavras-chave Arquitectura; Indústria; Reabilitação
Índice
  • Introdução- p.10
  • Capítulo 1 – (Estado de arte) A industrialização p.13
  • Capítulo 2-Problemática urbanização das Fábricas Simões p.55
  • Capítulo 3 – Modelo de análise p.58
  • Capítulo 4 – Observação e análise de mudança de uso p.62
  • Conclusão –  p.158
  • Bibliografia – p.160
Nº de Páginas V.I 62, V.II 55
Nº de Volumes 2
Local Lisboa, Portugal
Peças gráficas V.II 55
Âmbito Arquitectura

Reabilitação Sustentável de Edifícios de Habitação Económica dos Anos 70

Autor Joaquim José Matos Danado
Titulo Reabilitação Sustentável de Edifícios de Habitação Económica dos Anos 70
Orientador Professor Doutor António José Marques Vieira de Santa Rita
Co-orientador
Faculdade/Departamento Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Departamento de Arquitectura
Obtenção de Grau Mestre em Arquitetura
Data 2010
Resumo O actual estado do parque construído em Portugal, peca pela falta de condições de conforto, bem como pelo desprendimento total das questões ambientais, que sabemos serem reais e das quais o acto próprio do arquitecto não pode ser alheio, Contudo, num acto racional de poder criar condições de habitabilidade dignas do século XXI. Torna-se necessário criar condições ao reprojectar de edifícios existentes Aliado a este. Repensar e encontram-se hoje técnicas e soluções com baixo impacte ecológico, criando um equilíbrio sustentável entre todas as partes. Na génese da questão. focaram-se as atenções num dos programas de habitação económica da década de 70, fruto de um despoletar habitacional que caracterizou a época no parque construído de meados dos anos 70. Por este motivo, o estudo apresentado propõe-se a estudar soluções que visem o melhoramento das condições actuais em edifícios existentes de baixos recursos, bem como a resolução das suas deficiências, tirando partido da sua estrutura actual como base para uma nova realidade. Sendo possível a realização de tal intervenção em edifícios de recursos e qualidade reduzidos, será de todo viável a aplicação desta abordagem em edifícios de outras épocas e programas habitacionais, rumo a uma racionalização do actual parque construído.
Palavras-chave sustentabilidade; construção; económica; setenta: requalificação
Índice
  • Introdução Pág.15
  • Capitulo 1- A Construção em Portugal pág.19
  • Capitulo 2 – Patologias no Ciclo de vida da construção pág. 28
  • Capitulo 3 – Construção de habitação económica na década de 70 pag. 31
  • Capítulo 4 – Caso de Estudo: Quarteirão de habitação económica 1976 pag.58
  • Capítulo 5- Proposta de Reabilitação/Upgrade pag.79
  • Conclusões pag. 101
  • Bibliografia pag. 102
Nº de Páginas 104
Nº de Volumes 1
Local Lisboa
Peças gráficas 43
Âmbito Arquitectura

Carlos Vieira de Faria

Carlos Vieira de Faria concluiu doutoramento em Sociologia Rural e Urbana pela Universidade Nova de Lisboa em 2004. É Professor Catedrático convidado na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias desde 2006, onde lecciona Sociologia Urbana e Metodologias de Investigação Científica, no curso departamento de Arquitectura e Urbanismo. É investigador do LabArt (centro de Investigação em Arquitectura da Universidade Lusófona de Lisboa) no domínio do Urbanismo com ênfase em Sociologia Urbana.
Publicou 18 artigos em revistas especializadas e 7 trabalhos em actas de eventos, possui 8 capítulos de livros e 4 livros publicados. Possui ainda 80 itens de produção técnica. Participou em 2 eventos no estrangeiro e 5 em Portugal. Entre 1983 e 2015 participou em 3 projectos de investigação.

Últimas cinco publicações:

Faria, Carlos Vieira de (2015) – “Como e Porque Sou e não Sou Sociólogo. Esboço do Pensamento do Jovem Freyre”, in CARDÃO, Marcos e CASTELO, Cláudia (orgs.). GILBERTO FREYRE. Novas Leituras do Outro Lado do Atlântico, São Paulo, Edusp (Editora da Universidade de São Paulo), 2015: 94-114. ISBN 978-85-314-1498-5

Faria, Carlos Vieira de (2011) – “Setúbal: uma cidade para o século XXI? “ in Estudos Locais do Distrito de Setúbal, Setúbal: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal, p. 433-439. ISBN:978-972-8507-21-3

Faria, Carlos Vieira de (2010) – “Industrialização e Urbanização em Portugal: que relações? O caso do Anteplano de Urbanização da Vila do Barreiro (1957)” in Actas do Colóquio Internacional Industrialização em Portugal no século XX: O caso do Barreiro, Lisboa: EdiUAL 347-364. ISBN:978-989-8191-18-2

Faria, Carlos Vieira de (2009) – “As Cidades na Cidade. Os Movimentos Sociais Urbanos em Setúbal: 1966-1995”, Lisboa, Editora Esfera do Caos. ISBN: 978-989-8025-71-5

Faria, Carlos Vieira de (2007) – “Papel do habitante na produção e apropriação da sua cidade” em In Memoriam do Dr. Jorge Tracana, Lisboa: EDIUAL, 2007: 201-216 (coord. Justino Mendes de Almeida). ISBN: 978-972-8094-94-2