PhD Seminar: Luísa Bebiano – Arquitetura, processos de criação


The Architecture Departments of Lusófona University of Lisbon and Oporto are organizing a seminar – Architecture: Design and Research – for the current academic year.

This friday:
30 April 2021
17:00 (Lisbon Time)
Luísa Bebiano – Arquitetura, processos de criação

Please, feel invited to participate: Zoom (class): https://videoconf-colibri.zoom.us/j/84986977917

Synopsis

Projetar em arquitetura é um ato criativo, técnico e de ordenamento de ideias. É um sistema de organização que determina uma forma, algo concreto que faz parte de uma essência. “O processo de projeto baseia-se num contínuo jogo de sentimento e razão.”

Nesta aula irei debruçar-me sobre duas obras de arquitetura (uma reabilitação e uma construção de raiz) e o seu processo criativo no desenvolvimento do projeto. Em paralelo, abordar-se-á a montagem de uma narrativa visual para cinema.

Biographical Note

Luisa Bebiano (Coimbra, 1978) tem atelier próprio de arquitetura desde 2010, com fundação na incubadora de empresas do Instituto Pedro Nunes. Desenvolve projetos de arquitetura que a relacionam com o teatro e o cinema, universo temático que é a base da investigação que está a desenvolver para a tese de doutoramento no Instituto Superior Técnico.

Licenciada em Arquitetura pela Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra, com uma passagem pelo Politécnico de Torino (Itália), foi distinguida com o Prémio Escolar Quartel Mestre General W. Elsden.

Iniciou a sua atividade enquanto Diretora de Arte em 2009 na equipe do realizador António Ferreira e a sua atividade de cenografia com João Mendes Ribeiro, com quem estagiou para a Ordem dos Arquitetos.
O seu trabalho na área de arquitetura tem como foco principal a resposta a diversos programas de várias escalas, com maior incidência na reabilitação de edifícios.

Tem sido distinguida em concursos sobre obra realizada, nomeadamente: Prémio Nacional de Reabilitação Urbana (2017), Premis Fad (selecionada em 2013, 2015 e 2018), Prémio Municipal de Arquitetura Diogo de Castilho (2019), Prémio Teotónio Pereira (2019) e Prémio Vilalva (2019), atribuído pela Fundação Calouste Gulbenkian.
Faz frequentemente conferências e workshops no âmbito do seu trabalho transdisciplinar. Foi Assistente Convidada na Universidade de Coimbra em 2020 no mestrado ALA – Architecture, Landscape, Archeology.