Joao Borges da Cunha

JBC

João Borges da Cunha (Lisboa, 1973), arquiteto pela Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa (classificação de Bom com Distinção, 1997). Doutor em Estudos de Cultura (Summa cum Laude, 2014) pela Universidade Católica Portuguesa, onde defendeu a tese intitulada «Representação, imersão e interiores: Culturas de Espaço em ‘To the Lighthouse’ e ‘Buddenbrooks’». Professor Auxiliar da ECATI nos Cursos de Mestrado em Arquitectura e Mestrado em Ensino das Artes, áreas de História e Teoria da Arquitectuar e de Artes e Ciências da Representação .  Recebeu o Prémio Branquinho da Fonseca, Expresso/ Gulbenkian em 2003.

Publicações

Cunha, João Borges da (2016), «Locus anonymous: place, anonymity and irony»

in The Aesthetics and Politics of Irony, Alves, Elsa, Dinger, Ana, eds. [no prelo], artigo resultante de ‘paper’ à 4th Graduate Conference in Culture Studies, Irony: framing (post)modernity, January 2014 at the Catholic University of Portugal.

Cunha, João Borges da (2013), «The Bernhardian Cachectonica: figures of architectural

discomfort and distress in Thomas Bernhard’s fiction», in Gadanho, Pedro, Oliveira, Susana (Ed.), Once Upon a Place: Architecture & Fiction, Lisboa: Caleidoscópio; pp. 169-175.  

Cunha, João Borges da, Lourenço, Jorge Fazenda (2011), Corpo, Arquitectura, Poema:

Leituras inter-artes na poesia de Jorge de Sena, Lisboa: Assírio & Alvim.

Cunha, João Borges da (2008), «Metáfora e Crime – a continuação do delito no

centenário do libelo anti-ornamento de Adolf Loos», in Revista Lusófona de Arquitectura e Educação [http://revistas.ulusofona.pt/index.php/revlae/article/view/1820].

Cunha, João Borges da (2005), «Arquitectura por decreto», in Jornal Público, 23 de

Outubro, p. 8.